Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Diretor diz que Schumacher poderá testar nova Ferrari

O diretor-geral da Ferrari, o francês Jean Todt, disse neste domingo, em Modena (Itália), durante o lançamento do novo carro da equipe para a temporada de 2007 da Fórmula 1, que o heptacampeão Michael Schumacher poderá pilotar a F2007. "Se Michael pedir, encontraremos para ele um macacão de piloto. Falei com ele e perguntei se sentia falta de pilotar. Ele me disse que não e, se sentisse falta, iria a uma pista de kart", disse Jean Todt sobre o ex-piloto da Ferrari durante 11 anos. Jean Todt explicou que Schumacher não contribuiu muito para o projeto do F2007, mas que sua presença como conselheiro da escuderia será importante. "Sua nova função será importante para a equipe. Trata-se de uma pessoa muito respeitada, que tem muito a contribuir", apontou o francês. Felipe Massa, o piloto brasileiro da equipe, concorda com o chefe sobre o papel de Schumacher. "Michael tem enorme desejo de ajudar o time a vencer e por isto acho que esta contribuição será muito importante para a Ferrari. Ele tem muita experiência e está disposto a compartilhá-la com todos".Sobre o novo carro, Massa evitou entrar em detalhes. "Com relação ao modelo de 2006, a F2007 tem uma posição diferente de direção, mas não acho que isto será um problema. Agora o importante é trabalhar muito para percorrer a maior quilometragem possível antes do inicio da temporada, em 18 de março".

Agencia Estado,

14 de janeiro de 2007 | 19h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.