Dirigente da Ferrari reconhece superioridade da Red Bull na F1 em 2010

ROMA - O diretor técnico da Ferrari, Aldo Costa, afirmou nesta quinta-feira que a escuderia italiana perdeu os títulos mundiais de pilotos e construtores da Fórmula 1 em 2010 para a Red Bull devido à superioridade dos carros da equipe austríaca.

Efe

25 de novembro de 2010 | 13h57

"Não perdemos o campeonato por um erro de estratégia em Abu Dabi [última prova da temporada], mas sim porque nosso carro não era tão rápido como o da Red Bull", declarou Costa ao jornal italiano La Repubblica.

O dirigente explicou que a temporada de 2010 foi de "transição", e que serviu para reduzir a margem que separava a Ferrari da Red Bull. "O que fizemos foi revolucionar nossos métodos de trabalho, e isso sempre exige um período de ajustes. Pagamos por ter um túnel de vento antiquado, mas agora resolvemos o problema e começamos uma nova era", afirmou.

O título mundial de pilotos foi conquistado pelo alemão Sebastian Vettel. O espanhol Fernando Alonso, que chegou à última corrida como líder do campeonato, teve de se conformar com a segunda colocação.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariAldo CostaRed Bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.