Dixon supera brasileiros no treino da IRL

Atual campeão da Indy Racing League (IRL), o piloto neozelandês Scott Dixon, da Chip Ganassi, começou na frente a segunda etapa da temporada 2004, o GP de Phoenix. Nesta sexta-feira, nos primeiros treinos, ele foi o mais rápido na pista oval de 1 milha (1.609 metros), cravando o tempo de 20s5208 em sua melhor volta.Dixon obteve com seu G-Force/Toyota a média de 282s270 km/h. Atrás dele ficaram os dois brasileiros na competição. Hélio Castro Neves, piloto da Penske (Dallara/Toyota), fez o segundo tempo, com 20s5555. O terceiro foi Tony Kanaan, da Andretti/Green (Dallara/Honda), com 20s6478.A surpresa no treino foi o estreante Ed Carpentier, da Cheever, que fez o quarto tempo. O norte-americano conseguiu 20s7593 em seu volta mais rápida, sendo o piloto com motor Chevrolet - corre com chassis Dallara - mais bem colocado no primeiro dia de treinos.Os melhores tempos, nesta sexta, foram obtidos na primeira das duas sessões. Na segunda, com o aumento de temperatura, a pista ficou mais lenta. O forte calor também deve "estar presente?? no sábado, durante a sessão que define o grid para a corrida, das 16 horas às 17h25, pelo horário brasileiro.Foi em Phoenix que Tony Kanaan obteve, no ano passado, sua primeira e até agora única vitória na Indy Racing League. E o treino desta sexta mostrou que o brasileiro está novamente competitivo na pista."Testamos o carro como todo mundo no mês passado em Phoenix e acho que tenho um bom equipamento??, disse Tony, que comentou as mudanças no circuito. "Há duas curvas completamente diferentes, que exigem o acerto da maneira que eu gosto, saindo um pouco de traseira.?? Helinho, vencedor em Phoenix em 2002 e que vem de um segundo lugar na etapa de Homestead, também acredita em um bom resultado, com base nos treinos realizados na pista antes da temporada. "Tenho motivos para esperar um forte desempenho da Penske nesta pista.??

Agencia Estado,

19 de março de 2004 | 19h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.