Marcelo Del Pozo/Reuters
Marcelo Del Pozo/Reuters

Dois dias após operar braço direito, Márquez é liberado para etapa da Andaluzia

Espanhol estará de volta às pistas para provar que se recuperou de fratura sofrida no último domingo

Redação, Estadão Conteúdo

23 de julho de 2020 | 10h18

Um dos maiores pilotos da história da MotoGP, o espanhol Marc Márquez surpreendeu a todos nesta quinta-feira ao ser liberado para disputar a etapa da Andaluzia, no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha, neste final de semana, apenas dois dias depois de passar por uma cirurgia para reparar uma fratura no húmero do braço direito, sofrida no último domingo na mesma pista, pela etapa da Espanha, que abriu a temporada de 2020 da categoria.

Depois de viajar de Barcelona, onde foi operado, para Jerez de la Frontera, Márquez passou por exames para avaliar a sua condição física e os resultados foram satisfatórios de acordo com a comissão médica da MotoGP. Assim, ele estará na pista nesta sexta-feira para os primeiros treinos livres da etapa da Andaluzia.

De acordo com o médico da MotoGP, Xavier Mir, o possível retorno de Márquez estava previsto para a etapa da República Checa, no circuito de Brno, no dia 9 de agosto, mas a volta já em Jerez de la Frontera estava nos planos do piloto espanhol da Honda.

"Enquanto estávamos em Jerez, me perguntou se poderia correr esta semana. Não me perguntou na mesa de operação, mas em Jerez, sem saber se o nervo estava danificado ou não. Naquele momento, não saberia se conseguiria, mas estamos acostumados com essas recuperações", revelou Xavier Mir.

"Seus ossos são normais. Mas são de um jovem profissional, com uma musculatura particularmente ativa e forte e com uma capacidade impressionante de sofrimento durante a reabilitação. Esses caras têm o doido desejo de se recuperar e competir novamente, o que causa reação do corpo", concluiu.

A situação era bastante improvável para todos no entorno de Márquez. Inclusive, a Honda já havia embalado todo o material do box do hexacampeão mundial e contava apenas com seu irmão mais novo, Alex, como piloto da equipe na etapa deste final de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.