Reprodução
Reprodução

Dono da nova equipe da F-1 revela que um dos pilotos virá da Ferrari

Esteban Gutiérrez e Jean-Eric Vergne podem pintar na escuderia

Estadão Conteúdo

09 de setembro de 2015 | 17h02

A tradicional "dança das cadeiras" na Fórmula 1 terá um ingrediente extra no fim da atual temporada. A entrada de uma nova equipe na categoria deve aumentar as especulações sobre trocas de pilotos entre os times. Nesta quarta-feira, o dono da nova equipe, Gene Haas, deu sua contribuição para esquentar os rumores.

Haas revelou que um dos seus pilotos virá da Ferrari, sua parceira na parte técnica. "Espero que, nas próximas duas semanas, nós tenhamos algo para anunciar. Um dos pilotos é reserva da Ferrari. E ainda estamos procurando por um piloto mais experiente, que já esteja em ação. Não queremos estreantes", declarou, em entrevista exclusiva ao site da revista inglesa Autosport.

Entre os pilotos que se enquadram na descrição estão o mexicano Esteban Gutiérrez e o francês Jean-Eric Vergne. Ambos são pilotos da academia da Ferrari. O primeiro foi piloto de testes da Sauber em 2011 e 2012 e atuou como titular da mesma equipe nos dois anos seguintes.

Vergne foi piloto de testes da Toro Rosso em 2011 e passou a ser titular nos três anos seguintes. Nesta temporada, foi preterido pela equipe e virou reserva da Ferrari, ao mesmo tempo em que disputou a Fórmula E.

Mais discreto que o dono da Haas, o futuro chefe da equipe, Günther Steiner, manteve o mistério nesta quarta. "Não quero divulgar nomes no momento, mas estamos confiantes de que anunciarmos pelo menos um dos pilotos até o fim do mês. Estamos negociando com dois, mas nada está certo ainda", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariHaasvelocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.