Divulgação
Divulgação

Dono da Red Bull diz que russo de 19 anos se adaptará rápido à Fórmula 1

Dirigente compara Daniil Kvyat a Raikkonen, que também saltou direto da GP3 para a categoria

AE, Agência Estado

29 de outubro de 2013 | 15h33

MILTON KEYNES - A decisão da Toro Rosso de contratar um piloto de apenas 19 anos para a temporada 2014 da Fórmula 1 foi defendida por Dietrich Mateschitz, dono da Red Bull. Ele reconheceu que o russo Daniil Kvyat tem pouca experiência no automobilismo, mas citou os casos do finlandês Kimi Raikkonen e do brasileiro Felipe Massa, que tiveram poucas experiencias em categorias menores, mas mesmo assim se adaptaram rapidamente à Fórmula 1. "Se você olhar para Raikkonen ou Massa, a rapidez com que se adaptaram com pouca experiência em fórmulas menores na Fórmula 1, Kvyat pode fazer isso também, nós acreditamos", afirmou Mateschitz, em entrevista ao site da revista Autosport.

O dirigente avaliou também que Kvyat apresentou evolução notável em 2013 e citou a sua participação no campeonato da GP3, em que ocupa a terceira colocação. "Vimos como Daniil melhorou na Fórmula 3 e na GP3 nesta temporada, o seu progresso foi notável em muitos aspectos. "Nós também tivemos a impressão de que ele ficou mais maduro, de um menino virou um jovem homem", explicou. Mateschitz também admitiu que a irregularidade do português António Félix da Costa, que era o favorito para a vaga, pesou na escolha da Toro Rosso. "Felix teve seus altos e baixos: ele era às vezes muito rápido, mas não de uma forma constante", disse.

Piloto da Toro Rosso para a temporada 2014, Kvyat participou do teste de jovens pilotos da Fórmula 1 no circuito de Silverstone neste ano e também será escalado pela equipe nos primeiros treinos livres dos GPs dos Estados Unidos e do Brasil para tentar acelerar a sua adaptação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.