Ecclestone descarta adiamento do GP da Espanha

Bernie Ecclestone, detentor dos direitos comerciais da Fórmula 1, descartou adiar o GP da Espanha, apesar do caos aéreo resultante da erupção de um vulcão na Islândia. O dirigente disse acreditar que a prova, marcada para o dia 9 de maio, será realizada sem problemas.

AE, Agência Estado

19 de abril de 2010 | 10h41

"Eu tenho certeza de que tudo vai dar certo. Não existe a possibilidade de cancelar o GP da Espanha. Claro que isso causou problemas para todos, mas nós encontraremos uma forma de levar todos para casa", afirmou, acreditando que as equipes conseguirão levar seus equipamentos da China para Barcelona, onde será realizada a etapa espanhola.

Com o caos aéreo, algumas equipes fretaram aviões para levar seus funcionários à Europa e transportar equipamentos. Os transtornos provocados pela erupção do vulcão Eyjafjallajoekull já levou ao adiamento da etapa do Japão da MotoGP, que seria realizada neste fim de semana em Motegi, e vai obrigar o Barcelona a viajar de ônibus para Milão, onde enfrentará a Internazionale pelas semifinais da Liga dos Campeões da Europa, na terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.