Ecclestone diz que Ferrari recebe mais dinheiro na F-1

O inglês Bernie Ecclestone, dono dos direitos comerciais da Fórmula 1, deu declarações fortes direcionadas à Ferrari, revelando, entre outras coisas, que a escuderia italiana recebe mais dinheiro do que as outras equipes da categoria. Na edição deste sábado do jornal britânico The Times, Ecclestone explicou que a escuderia é favorecida na F-1."A Ferrari ganha muito mais dinheiro que todo mundo. Eles sabem exatamente o quanto ganham, eles não são burros, mas também não são tão espertos. Eles ganham US$ 80 milhões (R$ 189,6 mi) a mais", disse o mandatário da categoria. "Quando eles ganham o mundial de construtores, como fizeram neste ano, eles ganharam US$ 80 milhões a mais do que se a McLaren tivesse ganhado."Além de fazer a revelação sobre o favorecimento da Ferrari, Ecclestone ainda fez de questão de esclarecer os motivos do acordo, afirmando claramente que comprou a lealdade da escuderia italiana. "Eles foram a única equipe que rompeu com os outros fabricantes. Porque eles romperam? É aí que entram os US$ 80 milhões", afirmou. "Nós compramos a lealdade da Ferrari." Não satisfeito em tornar público o acordo firmado com a Ferrari em 2003, quando a equipe ameaçou abandonar a categoria, o chefe da Fórmula 1 também atacou duramente Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari. "O que ele (Di Montezemolo) deveria fazer, em vez de ficar pedindo dinheiro, com todo o dinheiro extra que a Ferrari ganha, é dividir tudo isso com as equipes."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.