Edição do Rally Dakar será disputada entre Argentina e Chile

Por segurança, organizadores decidem transferir competição da África para a América do Sul

Agência Estado,

11 de fevereiro de 2008 | 14h36

Depois do inédito cancelamento da edição deste ano, por causa de ameaças terroristas, o Rally Dakar trocará a África pela América do Sul em 2009. Os organizadores da tradicional prova anunciaram nesta segunda-feira que Argentina e Chile irão receber a competição no próximo mês de janeiro.   O Rally Dakar é disputado anualmente desde 1979, mas neste ano, pela primeira vez na história, acabou sendo cancelado. O motivo foi o temor de ataques terroristas contra os participantes na Mauritânia, onde aconteceriam oito das 15 etapas da prova - no total, seriam 16 dias de disputa, com 500 competidores partindo de Lisboa (Portugal) em direção a Dakar (Senegal).   Diante do problema enfrentado no continente africano, os organizadores do Rally Dakar buscaram alternativas para a realização da prova. E escolheram a América do Sul para acolher a disputa.   Os detalhes, como o percurso e uma possível mudança de nome da prova, serão divulgados apenas nesta terça-feira. Mas a organização já adiantou que o rali irá começar e terminar em Buenos Aires, acontecendo entre 2 e 18 de janeiro de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
Rally Dakarrali

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.