Elkhart Lake empolga pilotos da Indy

A Fórmula Indy vai chegar à Europa somente no mês de setembro, mas neste fim de semana realiza, em Elkhart Lake, uma etapa quase européia, segundo os próprios pilotos. Eles apelidaram o belo circuito de 4.048 milhas (6.513 km) de "Spa-Francorchamps dos Estados Unidos". A referência ao circuito da Bélgica de 6.968 metros, onde corre a F-1, é pelo fato de a pista mista permanente de Elkhart Lake também ser longa, seletiva, com subidas e descidas, retas velozes e exigir muita concentração. O primeiro contato dos pilotos com a pista ocorre nesta sexta-feira, em duas sessões de treinos livres, das 11h30 às 13h15 e das 15h45 às 17h15 (horário de Brasília). A corrida será domingo, às 14 horas, em 55 voltas.Nesta sexta-feira, além das dificuldades naturais do traçado, os corredores devem enfrentar um problema extra: o tempo está chuvoso na região do autódromo ? hoje choveu forte durante toda a manhã. E, de acordo com a meteorologia, o mau tempo continuará.?Esta pista é muito interessante. Exige concentração redobrada, mas eu me sinto bem nela", disse o brasileiro Hélio Castro Neves, da Penske, vice-líder do campeonato com 103 pontos - um a menos que o sueco Kenny Brack, do Team Rahal.Vencedor da etapa anterior, domingo, em Mid-Ohio, Helinho aposta no bom acerto da Penske nos circuitos mistos para assumir a liderança do campeonato. Seu companheiro de equipe, Gil de Ferran, também gosta de correr em Elkhart Lake ? como todos os pilotos brasileiros -, pista que compara a Spa e também ao antigo traçado de Interlagos. ?Fazer uma volta sem errar aqui é muito difícil. Mas esse desafio me atrai??, afirmou.Tony Kanaan, da MoNunn, complementa. ?A pista tem muitas variações, subidas, descidas, as curvas não são iguais e, além disso, é longa. Assim, fazer duas voltas iguais, freando nos mesmos pontos, usando o mesmo pedaço da pista, é praticamente impossível." Apesar das dificuldades, Tony, que também faz referência a Spa ao falar sobre Elkhart Lake, garante que esta é uma de suas pistas preferidas, assim como Cristiano da Matta. ?É provavelmente a pista nos Estados Unidos mais parecida com as européias. Eu nunca escondi de ninguém que prefiro esse tipo de pista??, afirmou o brasileiro da Newman-Haas.O canadense Paul Tracy venceu a prova em Elkhart Lake no ano passado. O melhor brasileiro foi Roberto Moreno, em quarto lugar. Em 1999, Christian Fittipaldi conseguiu nesta pista a primeira de suas duas vitórias na F-Indy.Mercado ? A equipe Green irá manter sua dupla de pilotos para a próxima temporada. O escocês Dario Franchitti, cujo contrato atual termina no fim do ano, já acertou a renovação até 2003. Ele continua como companheiro do canadense Paul Tracy, que tem contrato em vigor, assim como Michael Andretti, que também corre pela Green - tem a estrutura da equipe, mas, no seu caso, conta com o apoio da Motorola.A Newman-Haas, que está perdendo o patrocínio da rede de supermercados Kmart, negocia um contrato de US$ 12 milhões por ano com a Eli Lilly, empresa do setor farmaceútico. Se o acordo vingar, a equipe voltará a disputar as 500 Milhas de Indianápolis, pois a cidade é um dos principais pontos de interesse da Lilly.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.