Em 11º, Bruno Senna projeta corrida 'forte' em Austin

Mesmo fora do Q3, última sessão do treino classificatório, Bruno Senna ficou satisfeito com seu desempenho neste sábado, no novo traçado da Fórmula 1, na cidade norte-americana de Austin. O brasileiro obteve o 11º no grid de largada e projetou uma corrida "forte" no domingo.

AE, Agência Estado

17 de novembro de 2012 | 18h49

"Estamos em 11º. Dá para fazer uma corrida bem mais forte dali do que lá para trás. O carro está muito competitivo. Ontem [sexta-feira], na condição de corrida, estava bem forte. Temos que olhar para a corrida com uma boa esperança e manter com certeza o carro intacto na primeira curva, porque tem muita chance de acontecer um acidente lá. Vamos torcer para que tudo dê certo amanhã", comentou o piloto da Williams.

Confiante, Bruno Senna acredita que só não avançou à última parte do treino por conta de um erro na volta final. "A pista evoluiu bastante, tem um traçado muito mais largo agora, mas quando você põe o pneu na grama artificial suja rápido e suja muito. E não limpa até à próxima curva. Perdi bastante tempo na minha volta, foi frustrante, porque eu faria uma volta boa", afirmou.

Em Austin, no novo Circuito das Américas, o brasileiro acumulou maior quilometragem do que nas etapas anteriores porque disputou os três treinos livres. Nos demais GPs, Bruno havia cedido seu carro para o piloto reserva da Williams, o finlandês Valtteri Bottas, no primeiro treino livre. Com mais tempo de pista, o brasileiro espera surpreender os rivais na corrida deste domingo, a partir das 17 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.