Rob Griffith/AP
Rob Griffith/AP

Em 17º no grid, Nasr lamenta 'azar' em treino classificatório no Japão

Brasileiro ganhou uma posição pela punição a Verstappen

Estadão Conteúdo

26 de setembro de 2015 | 14h36

Felipe Nasr culpou o "azar" pelo rendimento abaixo do esperado no treino classificatório do GP do Japão de Fórmula 1, neste sábado. O piloto da Sauber não passou do 18º tempo e acabou sendo eliminado logo no Q1, a primeira sessão do treino. No entanto, largará em 17º, beneficiado por uma punição aplicada ao holandês Max Verstappen.

"Tivemos azar hoje. A vaga no Q2 era possível, na minha opinião. Estava fazendo minha melhor volta quando entrou a bandeira amarela", lamentou o brasileiro, mas sem desanimar. "Amanhã teremos que dar o nosso melhor. Suzuka não é uma pista fácil de ultrapassar. Então teremos que aproveitar cada oportunidade que surgir."

Nasr espera repetir no Japão o bom rendimento exibido em Cingapura, na semana passada. Ele completou a última corrida em 10º lugar e voltou a somar pontos, encerrando um jejum que já durava seis etapas. Com 17 pontos, o brasileiro ocupa a 13ª posição no Mundial de Pilotos, à frente do sueco Marcus Ericsson. Seu companheiro na Sauber é apenas o 17º colocado, com nove pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.