Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Em Barcelona, Bottas é o mais rápido no 1º teste da pré-temporada da Fórmula 1

Finlandês da Mercedes dá 78 voltas e consegue o melhor tempo; Lewis Hamilton não foi à pista

Redação, Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2020 | 10h20

Assim como aconteceu em 2019, a Mercedes começou o novo ano na frente na Fórmula 1. Nesta terça-feira, o finlandês Valtteri Bottas foi o mais rápido no primeiro teste da pré-temporada de 2020 da categoria. No circuito de Montmeló, em Barcelona, o atual vice-campeão mundial cravou a marca de 1min17s313 na melhor de suas 78 voltas. O hexacampeão Lewis Hamilton não foi à pista na sessão da manhã.

O desempenho do novo modelo W11 da Mercedes foi muito melhor que a volta mais rápida do primeiro dia de testes de pré-temporada da Fórmula 1 no ano passado, no mesmo circuito de Montmeló, feita pelo alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, com 1min18s161.

Quem surpreendeu foi o mexicano Sergio Pérez. O piloto da Racing Point obteve a segunda colocação na atividade, muito perto do tempo de Bottas - fez 1min17s375 na melhor de suas 58 voltas, apenas 0s062 atrás do finlandês. Ele chegou a liderar em boa parte do treino até o rival da Mercedes cravar a melhor marca.

O terceiro colocado foi o holandês Max Verstappen, da Red Bull, que ficou a pouco menos de meio segundo de Bottas, com 1min17s787, mas foi o que mais deu voltas na sessão - 91 no total. Carlos Sainz Jr., espanhol da McLaren, foi o quarto, já na casa de 1min18s (1min18s001), pouco à frente do francês Esteban Ocon, da Renault (1min18s004).

Prestes a iniciar a sua segunda temporada na Fórmula 1, o britânico George Russell, campeão da Fórmula 2 em 2018, levou a Williams ao surpreendente sexto posto em Barcelona. O piloto cravou 1min18s168 e ficou a "apenas" 0s855 do tempo de Bottas.

Quem não participou da atividade foi Vettel, que se sentiu mal e foi substituído na Ferrari pelo monegasco Charles Leclerc. Mas o desempenho do carro italiano não foi bom e o piloto do principado de Mônaco terminou na sétima colocação com 1min18s289, quase um segundo atrás da Mercedes.

Recém-contratado como novo piloto de testes da Alfa Romeo, o polonês Robert Kubica ficou em oitavo com 1min18s386. O dinamarquês Kevin Magnussen, da Haas, e o russo Daniil Kvyat, da Alpha Tauri, completaram o Top 10.

Além de Hamilton, outros quatro pilotos não foram à pista na sessão da manhã desta quarta-feira em Barcelona: o australiano Daniel Ricciardo, da Renault, o italiano Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, o canadense Lance Stroll, da Racing Point, e o também canadense Nicholas Latifi, da Williams.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.