Thomas Peter/Reuters
Thomas Peter/Reuters

Em Berlim, McLaren exibe seu novo carro para a temporada 2011

Escuderia apresenta modelo da Fórmula 1, que conta com ousadas entradas de ar

AE, Agência Estado

04 de fevereiro de 2011 | 11h28

BERLIM - Um dia depois do fim dos testes coletivos da Fórmula 1 em Valência, a McLaren exibiu, nesta sexta-feira, o seu novo carro para a temporada de 2011 da categoria. Batizado de MP4-26, o modelo foi apresentado em evento realizado em um shopping de Berlim, na Alemanha, que contou com grande presença de público.

O que mais chamou a atenção no MP4-26 foram as grandes e ousadas entradas de ar criadas para o modelo. Maiores do que as habituais usadas por outras equipes da Fórmula 1, elas foram desenhadas em forma de L nas laterais e apareceram também com destaque na parte de cima da área de proteção da cabeça dos pilotos. Já a pintura, predominantemente prata, com detalhes em vermelho, foi mantida.

Os ingleses Lewis Hamilton e Jenson Button participaram do evento de lançamento do novo carro e tiveram contato pela primeira vez com o modelo já totalmente terminado. "Nós já o vimos muito no túnel de vento, mas ele parece ainda melhor em escala real", disse Hamilton, para depois enfatizar que espera que as inovações façam o carro ter sucesso na prática já a partir da próxima semana, quando os corredores da F-1 voltam à pista para os testes no circuito de Jerez de la Frontera, na Espanha.

"Espero que o carro prove ser tão inovador quando for para a pista na próxima semana. Não poupei em nada minha preparação e me sinto tão focado e relaxado como na minha primeira temporada na F-1, em 2007. Passei as últimas semanas conversando com os nosso projetistas e engenheiros e me sinto extremamente feliz por termos criado um carro que vai nos permitir lutar na frente novamente", enfatizou.

Já Button afirmou que foi válida a estratégia da McLaren de esperar mais tempo para apresentar o seu novo carro, optando por usar o modelo MP4-25 nos testes de Valência. "Eu acho que foi importante para nós gastar o tempo possível para construir o nosso carro. Para nós foi a melhor situação para ir a Valência com o carro antigo e dirigir os novos pneus Pirelli, e é bom porque podemos comparar os pneus e você pode se perder com tanta coisa acontecendo", analisou.

Em seu segundo ano na McLaren, Button admitiu também que se sente mais confiante agora do que em 2010, quando viveu uma temporada de adaptação ao seu novo time. "(2011) Tem sido um ano bom de fato. Antes do Natal, passei muito tempo na fábrica, no simulador, e consegui melhorar o carro novo. E eu me sinto muito mais à vontade agora", destacou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.