Reprodução Twitter Williams
Reprodução Twitter Williams

Em dificuldades, Williams anuncia que perderá também o 2º dia da pré-temporada

Problemas técnicos estariam impedindo uso do modelo FW42 nos testes em Barcelona

Redação, Estadão Conteúdo

18 de fevereiro de 2019 | 10h42

Com dificuldades neste início de ano, a Williams anunciou nesta segunda-feira que também ficará de fora do segundo dia de testes da pré-temporada da Fórmula 1, em Barcelona. Problemas técnicos estariam impedindo o lançamento do modelo FW42 na pista espanhola, neste início de semana.

Trata-se, portanto, do terceiro cancelamento seguido da equipe britânica nos últimos dias. Primeiro, a Williams descartou o chamado "shakedown", na semana passada, na primeira atividade com o seu novo carro. Em seguida, o time cancelou sua participação no primeiro dia de testes, esta segunda-feira.

O time não revelou detalhes sobre suas dificuldades, mas avisou que não teria condições de ir para a pista até esta quarta-feira. "É mais provável que nós não consigamos ir para a pista até esta quarta-feira. Isso é decepcionante para nós, claro, mas é infelizmente, a situação em que nos encontramos. Vamos colocar o FW42 na pista o quanto antes", disse Claire Williams, chefe-adjunta da equipe.

Com os últimos anúncios, a Williams ficou de fora do primeiro dia de testes, que estão sendo realizados nesta segunda, em Barcelona. É a primeira vez na história da tradicional equipe britânica que isso acontece. O time, portanto, deve testar pela primeira vez o seu novo carro na quarta, no terceiro e penúltimo dia de testes desta bateria da pré-temporada. Haverá outra bateria de quatro dias em Barcelona, no fim do mês.

Depois de uma das piores temporadas de sua história em 2018, quando ficou em último lugar no Mundial de Construtores, a Williams trocou a sua dupla titular de pilotos. A equipe contará com o retorno do polonês Robert Kubica, de 34 anos, que está de volta ao grid da Fórmula 1 após ficar afastado desde fevereiro de 2011, quando sofreu um grave acidente em uma prova de rali na Itália. O seu companheiro de equipe será o britânico George Russell, de apenas 20 anos, campeão da Fórmula 2 em 2018 e que fazia parte do programa de jovens pilotos da Mercedes.

A temporada 2019 da Fórmula 1 será aberta em 17 de março, quando vai ser realizado o GP da Austrália, em Melbourne.

Tudo o que sabemos sobre:
Robert KubicaWilliamsFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.