Karim Jaafar/AFP
Karim Jaafar/AFP

Em disputa até última curva, Dovizioso supera Márquez e ganha 1ª prova da MotoGP

Com o resultado, piloto da Ducati largou na frente na classificação do campeonato, com 25 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

10 de março de 2019 | 15h22

O italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, conquistou neste domingo a primeira vitória da temporada de 2019 da MotoGP, no circuito de Losail, em Doha, palco da etapa do Catar. Atual tricampeão mundial e vencedor de cinco campeonatos da categoria, Marc Márquez, da Honda, foi o segundo colocado.

Os rivais disputaram o topo do pódio até a última curva da pista catariana, onde o italiano tomou a ponta para vencer. Logo atrás, o britânico Cal Crutchlow, da LCR Honda, fez corrida consistente e se aproveitou de erro do espanhol Alex Rins, da Suzuki, para se garantir no Top 3. Rins ficou em quarto.

O lendário piloto italiano Valentino Rossi, sete vezes campeão da principal categoria da motovelocidade, fez grande corrida de recuperação com sua Yamaha. Ele largou em 14º, à frente do tricampeão mundial Jorge Lorenzo, da Honda, e conseguiu ganhar posições ao longo de toda a prova para se colocar entre os cinco primeiros. O espanhol, que caiu duas vezes nos treinos de sábado e ainda se recupera de lesão no pulso sofrida na intertemporada, foi o 13º.

O italiano Danilo Petrucci, da Ducati, foi o sexto. Depois de largar na pole, o espanhol Maverick Viñales, companheiro de Rossi, decepcionou e terminou no sétimo posto. O também espanhol Joan Mir, da Suzuki, ficou na oitava posição. O japonês Takaaki Nakagami, com uma moto da Honda, se garantiu em nono. Outro piloto da espanha, Aleix Espargaró, da Aprilia, fechou o Top 10.

Com o resultado, Dovizioso largou na frente na classificação do campeonato, com 25 pontos. Márquez é o segundo, com 20. Crutchlow fica com 16, em terceiro. Rins é o quarto, com 13. E Rossi inicia a temporada se colocando na quinta posição, com 11.

O circuito de Losail foi palco da primeira das 19 corridas do campeonato de 2019 da MotoGP, marcado para terminar no dia 17 de novembro, em Valência, na Espanha. A próxima etapa acontecerá no dia 31 de março, na Argentina, em Santiago del Estero.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.