Divulgação
Divulgação

Em estreia, piloto mulher é a quinta colocada em teste da Fórmula 1

Susie Wolff é o destaque em sessão em Barcelona, que teve como líder Pastor Maldonado

Agência Estado

14 de maio de 2014 | 14h53

BARCELONA - A escocesa Susie Wolff foi uma das principais atrações do segundo e último dia de testes coletivos da Fórmula 1, realizados no circuito de Barcelona, na Espanha. E a piloto de testes não decepcionou, tanto que terminou o dia na quinta colocação entre os dez pilotos que treinaram, sendo que o venezuelano Pastor Maldonado, da Lotus, foi o mais rápido do dia.

Susie, que já teve a sua presença confirmada em um dos treinos livres de sexta-feira do GP da Inglaterra, marcado para julho, em Silverstone, participou de seu primeiro teste oficial pela Williams e marcou o tempo de 1min27s280. A marca foi melhor, inclusive, do que a registrada pelo brasileiro Felipe Massa, piloto titular da Williams, nos testes de terça-feira, quando ficou na sétima colocação, com 1min27s756.

Nesta quarta-feira, Susie deu 55 voltas e foi melhorando o seu desempenho ao longo do dia no circuito de Barcelona. Mas ela também cometeu um erro e acabou rodando na curva 10, o que acabou provocando uma das bandeiras vermelhas da atividade.

"Foi a minha primeira oportunidade de dirigir o carro e aprendi muito sobre como eles são diferentes das temporadas anteriores. No carro de 2013, quanto mais você acelerava, mais rápido ia, agora você precisa administrar muitos elementos para guiar", disse a piloto. "Pude adquirir experiência e entender as características do carro e entender o novo estilo do motor", comentou.

Maldonado foi o piloto mais rápido durante quase toda a quarta-feira e garantiu a primeira colocação com o tempo de 1min24s871, registrado na melhor das suas 102 voltas, dada quando ele estava com os pneus supermacios. E essa marca foi mais rápida inclusive do que a da pole position do inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, no último fim de semana, quando foi disputado o GP da Espanha em Barcelona.

O piloto da Lotus acabou sendo quase 1 segundo mais rápido do que o segundo colocado do dia, o alemão Nico Rosberg, da Mercedes, que também deu mais de 100 voltas nesta quarta-feira - 102 - e fez a marca de 1min25s805. Durante a manhã, ele treinou com um objeto em formato de corneta acoplado ao escapamento para amplificar o barulho do motor do seu carro.

O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, foi o terceiro mais rápido, com 1min26s480, marcado na melhor das suas 94 voltas. Ele foi seguido pelo mexicano Esteban Gutierrez, da Sauber. O francês Jules Bianchi, da Marussia, terminou o dia na sexta colocação, logo à frente do alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, que teve problemas com o seu carro e ficou fora das duas primeiras horas dos testes em Barcelona.

O espanhol Daniel Juncadella, da Force India, foi o oitavo colocado, o belga Stoffel Vandoorne, da McLaren, terminou em nono lugar após dar 136 voltas e o russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, ficou em décimo. Já a Caterham não participou da atividade, em razão dos danos provocados no carro pelo acidente sofrido pelo japonês Kamui Kobayashi na terça-feira.

Encerrado o período de testes, a Fórmula 1 volta a se reunir na próxima semana, com a disputa do GP de Mônaco em 25 de maio. As atividades no circuito de rua de Montecarlo serão iniciadas na quinta-feira, dia 22, com a realização de dois treinos livres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.