Fábio Davini/Divulgação
Fábio Davini/Divulgação

Em etapa com acidente grave, Marcos Gomes vira líder da Stock Car

Piloto ganha primeira corrida em Curitiba e agora soma 140 pontos

Estadão Conteúdo

02 Agosto 2015 | 16h37

Após um acidente incrível interromper a primeira corrida na etapa de Curitiba neste domingo na Stock Car, a prova foi reiniciada e Marcos Gomes garantiu a vitória na primeira corrida. Na segunda corrida, Sérgio Jimenez fechou em primeiro. Depois dos resultados das duas provas, Marcos Gomes assumiu a liderança da competição com 140 pontos, abrindo boa vantagem para Julio Campos, que subiu para segundo, com 115 pontos. Daniel Serra foi aos 113 pontos e está em terceiro. Cacá Bueno, suspenso na etapa de Curitiba, caiu para o quarto lugar, com os mesmos 113 pontos de Daniel Serra.

A batida impressionante que chocou a todos no autódromo de Curitiba teve início na nona volta, quando Thiago Camilo teve problemas no carro e vinha lento na reta de largada. Ele foi atingido fortemente na traseira por Rafael Matos e, em seguida por Felipe Fraga. Vários carros acabaram sendo danificados por conta da batida. Em um primeiro momento, parecia que muitos pilotos ficariam seriamente feridos, tal a força das batidas entre vários carros.

Com muitos destroços na pista, a bandeira vermelha foi agitada e a corrida paralisada. A preocupação, no entanto, ficou por conta de Thiago Camilo e Felipe Fraga. Camilo ficou caído no chão, ao lado do carro, sentido dores. Felipe Fraga, por outro lado, não conseguia sair do carro e foi ajudado por outros pilotos até que chegasse o atendimento médico. Irineu Fraga, pai de Felipe, entrou em desespero e apareceu aos prantos, tentando se aproximar do filho. Os dois se encontraram na ambulância.

"O Thiago tem hematomas, luxação, a pancada foi muito forte. Mas, quem me deixa mais preocupado é o Felipe (Fraga). Tem a suspeita das duas pernas machucadas, ele estava chorando muito de dor. Estava difícil consolar o pai dele. É complicado. Meu filho estava envolvido, quem é pai sabe o que se passa - disse Bel Camilo, pai do Thiago, visivelmente emocionado ao canal por assinatura SporTV.

Os dois precisaram ser retirados de maca e colocados em ambulâncias. Apesar da gravidade do acidente, os pilotos não sofreram fraturas. Após mais de meia hora de interrupção, foi definido que ocorreria uma relargada, iniciando uma nova corrida de 26 voltas. O resultado da primeira etapa seria calculado com a soma de tempos do primeiro período - até a nona volta - e do segundo, após a nova largada.

SEM COMEMORAÇÃO

Marcos Gomes, que havia sido pole position e estava na liderança antes da paralisação, seguiu na ponta e conquistou a vitória. O piloto da Voxx Racing Team, no entanto, preferiu não comemorar, em respeito aos pilotos envolvidos na batida. Alam Khodair e Daniel Serra completaram o pódio.

Na segunda corrida do dia, Sérgio Jimenez, que acabou largando na frente com a inversão do grid, manteve a ponta, enquanto Julio Campos e Diego Nunes fecharam o pódio. A corrida também ficou marcada pela invasão da pista por cachorros, no treino de sexta-feira, e por crianças, na primeira prova deste domingo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.