Em grande fase, Viñales é o mais rápido do primeiro treino da MotoGP no Catar

Tido como maior promessa da categoria, espanhol ficou meio segundo à frente do segundo colocado

Estadão Conteudo

23 de março de 2017 | 17h26

Considerado a maior promessa da motovelocidade, o espanhol Maverick Viñales está mostrando que vai mesmo dar trabalho na temporada 2017 da MotoGP. Nesta quinta-feira, ele confirmou o ótimo momento que vive neste início de ano e foi o mais rápido no primeiro treino livre para a etapa inaugural do calendário, que será disputada no domingo em Doha, no Catar.

Aos 22 anos, Viñales já havia mostrado sua velocidade nos testes de pré-temporada. Ele foi o mais rápido em todas as quatro sessões realizadas neste início de ano, no próprio Catar, na Espanha, na Malásia e na Austrália. Nesta quinta, voltou a ser o mais veloz, ao completar sua melhor volta em 1min54s316.

O tempo do espanhol foi suficiente para colocá-lo mais de meio segundo à frente de seu compatriota e grande sensação da MotoGP nos últimos anos, Marc Márquez. Campeão em três das quatro temporadas que disputou na categoria - 2013, 2014 e 2016 -, o piloto da Honda foi o segundo melhor desta quinta, com o tempo de 1min54s912.

Se Márquez e Viñales prometem ser os maiores candidatos ao título da temporada, os veteranos Dani Pedrosa, Jorge Lorenzo e Valentino Rossi sonham em roubar a cena. Ainda em busca de sua primeira conquista, o também espanhol Pedrosa foi o terceiro mais veloz nesta quinta, ao completar o percurso em 1min55s210.

A quarta colocação ficou com o alemão Jonas Folger, com 1min55s587, e logo na sequência apareceu o também espanhol Jorge Lorenzo, com 1min55s607. Já o italiano Valentino Rossi foi a maior decepção desta primeira sessão, ao ser somente o nono mais rápido do dia, com o tempo de 1min55s799.

Os pilotos da MotoGP voltam à pista em Doha nesta sexta-feira para mais dois treinos livres. No sábado, a partir das 14h35 (horário de Brasília), acontecerá o treino classificatório. A etapa do Catar está marcada para domingo, às 15 horas.

Tudo o que sabemos sobre:
MotoGPMotociclismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.