Em recuperação, Wehrlein dará lugar novamente a Giovinazzi na Sauber na China

Wehrlein sofreu lesão nas costas em acidente na prova "Corrida dos Campeões", disputada em Miami

Estadao Conteudo

03 de abril de 2017 | 15h14

Ainda em processo de recuperação, o piloto alemão Pascal Wehrlein vai dar lugar novamente ao italiano Antonio Giovinazzi na Sauber no GP da China de Fórmula 1, no fim de semana. A permanência do piloto italiano foi confirmado pela equipe nesta segunda-feira.

Wehrlein sofreu lesão nas costas ao sofrer um acidente na prova "Corrida dos Campeões", disputada em Miami, em janeiro. O problema o tirou dos testes da pré-temporada, em Barcelona, mas ele pôde participar dos dois primeiros treinos livres do GP da Austrália, primeira etapa do ano, no fim do mês passado.

Contudo, foi vetado do último treino livre e da classificação. Foi substituído por Giovinazzi. A expectativa, porém, era de que o alemão pudesse competir normalmente em Xangai. Mas, novamente, o piloto ficará de fora, adiando sua estreia pela Sauber na temporada 2017.

"Para mim, o mais importante é treinar intensamente para garantir uma performance 100% o mais rápido possível. Aí ficarei bem preparado para minha primeira corrida pela Sauber. Espero que isso aconteça no Bahrein. Mas, se não acontecer, vamos usar o tempo necessário para me recuperar totalmente para a corrida na Rússia", declarou Wehrlein.

Fora do GP da China, ele espera fazer seu retorno no Bahrein, no dia 16, ou na Rússia, etapa seguinte, marcada para o dia 30 deste mês. Enquanto Giovinazzi, piloto reserva, vai sendo o companheiro de equipe do sueco Marcus Ericsson. Wehrlein foi contratado para reforçar a Sauber neste ano, ocupando o lugar que foi do brasileiro Felipe Nasr nos últimos dois anos.

Tudo o que sabemos sobre:
VelocidadeFórmula 1Velocidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.