Juan Mabromata/AFP
Juan Mabromata/AFP

Em sexta-feira com chuva, Marc Márquez lidera treinos livres na Argentina

Espanhol da Honda supera tempo ruim no circuito de Termas de Río Hondo

Estadão Conteúdo

06 de abril de 2018 | 18h22

O espanhol Marc Márquez, da Honda, fechou a sexta-feira na frente no primeiro dia de treinos livres para a etapa da Argentina, a segunda da temporada de 2018 da MotoGP, no circuito de Termas de Río Hondo. Mesmo com a chuva durante parte do dia, o piloto fez o melhor tempo com 1min39s395 e comandou uma dobradinha de equipe com o inglês Cal Crutchlow, que marcou a sua melhor volta em 1min39s799.

+ Raikkonen lidera dobradinha da Ferrari no 2º treino livre no Bahrein

+ Liberty Media propõe redução de custos na F-1 e exibe lista de mudanças para 2021

Segundo colocado na primeira etapa da temporada, no Catar, Marc Márquez teve um bom desempenho nesta sexta-feira. Ao contrário do vencedor da corrida de estreia, que fez feio neste primeiro dia de atividades na Argentina. O italiano Andrea Dovizioso, da Ducati, obteve apenas a 24.ª colocação com o tempo de 1min42s973, 3s5 mais lento que o espanhol.

Um dos companheiros de Andrea Dovizioso na Ducati, o espanhol Tito Rabat ficou com o terceiro melhor tempo do dia. Fez 1min40s346 e superou o italiano Andrea Iannone, da Suzuki, que cravou 1min40s455. O também espanhol Dani Pedrosa, da Honda, terminou em quinto lugar com 1min40s494.

Na sequência dos melhores tempos do dia, completandos os 10 primeiros lugares, aparecem o espanhol Maverick Viñales (Yamaha), o multicampeão italiano Valentino Rossi (Yamaha) e os espanhóis Alex Rins (Suzuki), Álvaro Bautista (Ducati) e Aleix Espargaró (Aprilia).

Neste sábado, os pilotos realizam mais duas sessões de treinos livres antes do treino oficial de classificação, marcado para começar às 15h10 (de Brasília). A corrida no domingo será a realizada a partir das 15 horas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.