Empresária de Gisele conversa com FIA

O sonho de Gisele Bündchen era jogar vôlei na Sogipa. Quando passou pelo primeiro teste para ser modelo, a übermodel brasileira vestia calção e joelheiras. No domingo, quando der a bandeirada de encerramento do GP do Brasil de F-1, em Interlagos, Gisele quer deixar esta mensagem: "Tu é jovem. Se não tem o que fazer, acaba fazendo asneira. Vai treinar. Cabeça de quem treina é diferente."A empresária de Gisele, Mônica Monteiro, da IMG, estará hoje no autódromo para discutir os detalhes da bandeirada. Falta apenas a confirmação da FIA. É a primeira vez que Gisele estará em uma corrida de F-1 e também a primeira em que aparece em um evento esportivo no Brasil.No Exterior, Gisele comparece com freqüencia a jogos da NBA - tornou-se torcedora do Los Angeles Lakers por causa do namorado Leonardo Di Caprio - já viu Guga Kuerten jogando tênis na Califórnia e deu o lance inicial em uma partida de beisebol do Red Socks, de Boston (a modelo deu sorte: o time do Red Socks está na final da World Series depois de superar os Yankees). De vez em quando ainda sobra tempo para assistir a alguma luta de boxe em Las Vegas.Gisele, gaúcha de Horizontina, 24 anos, 1,79 m, a top model mais famosa do mundo, estará em Interlagos ao lado da irmã gêmea Patrícia e de Gabriela. Antes da corrida vai visitar os box e conversar com alguns pilotos. "Ela está empolgada", diz Mônica Monteiro.A modelo descerá em Cumbica no domingo de manhã e seguirá direto para o circuito de Interlagos. A princípio, a modelo dará a bandeirada ao lado do diretor do GP do Brasil de Fórmula 1, Carlos Montagner.A lembrança que Gisele tem do automobilismo é de dez anos atrás. Ela tinha 13 e assistia ao GP da República de San Marino na cama de casal dos pais, junto com as irmãs. "Quando soubemos que o Senna tinha morrido foi uma choradeira em casa."Viva o esporte! - Segundo Mônica Monteiro, o esporte é que ajudou Gisele a formar uma nova imagem de modelo. "Antes, o que prevalecia era a imagem da anoréxica, tipo Kate Moss. A Gisele apareceu com suas bochechas vermelhas, com os músculos no lugar. E ganhou o mundo."A própria Mônica, campeã brasileira de tênis (aos 13 anos) pelo São Paulo, da mesma geração de Niege Dias e Silvana Campos, continua incentivando Gisele a praticar esporte. "Atualmente, ela está jogando muito vôlei de praia. Faz dupla com a Gabriela, a irmã dela. A Gabriela levanta e ela corta."Outras atividades são hipismo - ela mantém dois cavalos de salto nos Estados Unidos -, pára-quedismo (30 saltos até agora) e surfe nas ondas da Califórnia. Segundo Mônica, Gisele detesta malhar em academia. "Isso ela não faz. Mas nem precisa, porque está sempre fazendo alguma atividade fisica." Outra top model internacional que também saiu do vôlei é Letícia Berkheuer, gaúcha, já contratada pela IMG.De futebol, Gisele gosta de assistir aos jogos da Seleção Brasileira. Conhece Ronaldinho e Roberto Carlos e já viajou ao lado de Milene Domingues. No Brasil, por causa do pai, sua preferência é pelo Grêmio gaúcho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.