Enge vence e embola de vez a F-3000

O tcheco Tomas Enge, da equipe Arden, venceu neste sábado o GP da França de Fórmula 3000, a corrida mais acidentada da temporada até agora, e colocou definitivamente em xeque o título que parecia fácil para o francês Sebastien Bordais, da SuperNova, segundo colocado ontem. O italiano Giorgio Pantano, da Coloni, completou o pódio. Agora Bourdais tem 46 pontos diante de 41 de Enge. Pantano, em terceiro, está distante, com 24 pontos. O melhor brasileiro na prova foi Antonio Pizzonia, da Petrobras Júnior, quarto colocado e quarto também na classificação geral, com 18 pontos.Ainda na volta de apresentação, o brasileiro Alexandre Sperafico, da Minardi Júnior, disse não ter visto o carro do suíço Thed Bjork, da Nordic, e colidiu com violência na sua traseira. A Lola de Alexandre decolou e capotou na pista. A largada foi atrasada.Depois, na 11.ª volta de um total de 35, o dinamarquês Nicolas Keisa, da PSM, tentou ultrapassar o norte-americano Derek Hill, da Durango, na freada da curva que antecede a reta dos boxes. Os dois tocaram rodas e Hill capotou. Eles não se feriram, como Alexandre. No paddock, os dois foram contidos por seus empresários para não brigarem.Enge dominou a prova toda e defendeu-se bem das tentativas de ultrapassar de Bourdais. Com o resultado, está a apenas 5 pontos do francês e restam ainda quatro etapas para o encerramento do campeonato.A próxima é o GP da Alemanha, sábado. Além de Pizzonia e Alexandre, o Brasil teve na corrida de ontem Mario Haberfeld, da Astromega, 5.º colocado, Rodrigo Sperafico, Durango, 8.º, Ricardo Mauricio, Red Bull Júnior, 11.º e Ricardo Sperafico, Petrobrás Júnior, 15.º.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.