Enzo Fittipaldi fratura o tornozelo após batida violenta na Fórmula 2; ele passa bem

Piloto colide em cheio contra o carro do francês Theo Purchaire na largada do Grande Prêmio da Arábia Saudita e é levado de helicóptero para o hospital

Redação - Estadão Conteúdo

Enzo Fittipaldi, neto do bicampeão Mundial de F-1, Emerson Fittipaldi, se envolveu em um acidente grave durante a largada da Fórmula 2 neste domingo em Jeddah, em corrida válida pelo GP da Arábia Saudita da categoria. Com o forte impacto, o brasileiro precisou ser socorrido pelo helicóptero do autódromo. Enzo sofreu fratura no tornozelo.  A informação foi confirmada pela assessoria do piloto.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) publicou um comunicado oficial confirmando que o brasileiro Enzo Fittipaldi e o francês Theo Pourchaire foram levados de helicóptero médico para o hospital King Fahad das Forças Armadas após o acidente na largada da Fórmula 2 neste domingo, em Jeddah, no GP da Arábia Saudita. A FIA também confirmou que ambos estavam conscientes no momento em que foram transferidos.

"Os pilotos foram imediatamente atendidos pela emergência e pela equipe médica. Ambos estão conscientes e foram retirados dos carros pelos médicos. Os pilotos foram transferidos de ambulância e depois no helicóptero para o Hospital das Forças Armadas King Fahad, em Jeddah", informou o comunicado.

Continua após a publicidade

Enzo Fittipaldi colide em cheio com o carro de Theo Purchaire na largada do GP da Arábia Saudita pela F-2. Foto: Reprodução F1TV

O piloto francês teve problemas na largada e ficou com o carro da ART Grand Prix parado no grid. Pourchaire largou na segunda fila, em terceiro lugar, enquanto Fittipaldi iniciou a corrida em 18º lugar, o que permitiu que o brasileiro alcançasse alta velocidade desde a largada até o momento do acidente.

Os pilotos seguem hospitalizados no momento e ainda não há maiores detalhes sobre as possíveis lesões causadas pelo impacto da batida. Fittipaldi ficou preso nas ferragens do veículo e precisou ser resgatado pela equipe médica, logo depois o piloto deu um sinal com os braços, confirmando estar consciente.

A corrida deste domingo teve apenas cinco voltas, devido a uma nova paralisação após o acidente, bem menos grave, envolvendo Guilherme Samaia e Olli Caldwell, que escaparam ilesos. Oscar Piastri, que largou na pole, foi o vencedor da prova e teve os pontos contados pela metade.

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato