Equipe brasileira do Rally Dakar realiza último treino

Os principais competidores brasileiros do Rally Dakar realizaram nesta quarta-feira, no Rio, o último treino coletivo antes do embarque da equipe para Lisboa, local da largada do dia 6 de janeiro. Neste ano, o Brasil terá um número recorde de participantes, doze, na prova conhecida pelos constantes perigos ao longo do deserto africano.Em 2007, Klever Kolberg, no carro, e André Azevedo, no caminhão, completam 20 anos de Rally Dakar. Pioneiros do Brasil na disputa, eles integram a equipe Petrobras/Lubrax, que nesta quarta-feira treinou nas duas de Cabo Frio, na região dos Lagos, no Rio. Além deles, esteve presente à simulação Jean Azevedo, participante na categoria motos. Os navegadores Eduardo Bambi e Maykel Justo completam o time.?Apesar de o nível das dunas do deserto africano apresentar uma dificuldade maior, são importantes os treinos aqui. Dá para simularmos alguma coisa?, contou Klever Kolberg. ?O ideal seria treinarmos na África, mas ainda faltam recursos.?Os outros brasileiros inscritos na competição são Carlos Ambrósio, Sylvio Barros, Dimas Mattos, nas motos; Paulo Nobre, o Palmeirinha, Riamburgo Ximenez e Lourival Roldan, nos carros; e Ulysses Bertholdo, no caminhão.A largada da 29ª edição do Rally Dakar irá ocorrer em Lisboa, no dia 6 de janeiro. Após 14 etapas, disputadas ao longo de 16 dias, os competidores terão percorrido 8.696 quilômetros e cruzado seis países: Portugal, Espanha, Marrocos, Mauritânia, Mali e Senegal.?No ano passado terminei em quarto, mas considerei uma vitória. Afinal, por 14 dias disputei a prova com um problema no câmbio?, contou André Azevedo, que em 2003 foi o vice-campeão nos caminhões. ?Em 2007, volto a ter chances de ser o campeão.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.