Equipe malaia assegura uso do nome Lotus na F-1

A temporada 2011 da Fórmula 1 continuará tendo duas equipes levando o nome Lotus. Nesta sexta-feira, a suprema corte britânica autorizou a Team Lotus a continuar utilizando comercialmente tal nomenclatura, relacionada a uma das mais tradicionais escuderias da categoria.

AE-AP, Agência Estado

27 de maio de 2011 | 15h53

O empresário Tony Fernandes havia adquirido da Proton, no ano passado, o direito de usar o nome Lotus. Ao fim da temporada, as duas partes de desentenderam e o malaio adquiriu o nome da divisão esportiva, a Lotus Team.

Depois, a Proton fechou parceria com a Renault e também cedeu o nome Lotus à equipe francesa, que passou a se chamar Lotus Renault. Esta equipe irá recorrer da sentença da corte inglesa.

"Estamos contentes por tudo ter se definido. Somos os donos legítimos do nome Team Lotus. Nós sempre acreditamos que as provas que apresentamos nos dariam a razão e hoje o julgamento confirmou nossas crenças", comentou Tony Fernandes.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Lotus

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.