Equipes acham cedo para mudar regras da Fórmula 1

'Se você tiver carros de segurança, chuva e circunstâncias difíceis em qualquer caso, é sempre muito bom', defende o chefe da McLaren

AE, Agência Estado

29 de março de 2010 | 14h02

O emocionante GP da Austrália pode ter freado o desejo de mudança nas regras da Fórmula 1 para a sequência da temporada 2010. Os chefes da principais equipes da categoria defendem ser cedo para definir alguma mudança, como o retorno do reabastecimento.

Com poucas ultrapassagens, o GP do Bahrein, que abriu a temporada, foi criticado pela falta de emoção, o que levantou a possibilidade das regras serem alteradas. "Depois do Bahrein, eu disse que precisávamos nos acalmar e esperar até mais tarde na temporada. É sempre errado quando se coloca emoção nas avaliações. Você faz a síntese no final de todas as coisas, e não durante a temporada", avaliou Stefano Domenicali, chefe da Ferrari.

Martin Whitmarsh, da McLaren, acredita que a emoção do GP da Austrália pode ser repetida nas próximas provas da Fórmula 1. "Eu não acho que [Austrália] foi uma exceção. Em qualquer corrida do ano, se você tiver carros de segurança, chuva e circunstâncias difíceis em qualquer caso, é sempre muito bom.

O chefão da McLaren também saiu em defesa do GP do Bahrein. "No Bahrein, não acho que foi um começo tão excitante para o ano, mas temos demonstrado que, em certas circunstâncias, podemos fazê-lo. Para quem presta atenção, ela deve ter sido tremendamente emocionante", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.