Arquivo/AE
Arquivo/AE

Equipes afirmam que mudança na regra da F-1 é inválida

De acordo com o próprio código da FIA, alterações tem que ser divulgadas 20 dias antes do início das inscrições

AE, Agencia Estado

20 de março de 2009 | 14h15

A disputa entre a associação das equipes da Fórmula 1 (Fota) e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) continua acirrada a uma semana do início dos treinos livres para o GP da Austrália, que abre a temporada de 2009. Nesta sexta-feira os representantes das escuderias disseram que a mudança no critério que define o titulo da temporada - sancionada na terça pela federação - é inválida, usando como base o próprio regulamento esportivo da FIA.

Veja também:

forum O campeão da F-1 deve ser quem vencer mais?

linkLewis Hamilton critica mudanças e pede que FIA ouça equipes

"Depois da decisão do Conselho Mundial [da FIA], no dia 17 de março de 2009, em que houve a mudança no critério que define o título de pilotos, as equipes reuniram-se e decidiram questionar a validade desta decisão", diz a nota oficial divulgada pela Fota nesta sexta-feira. Pela nova regra, o campeão deste ano será o piloto com maior número de vitórias, independentemente dos pontos conquistados.

Mas, segundo o artigo 199 das regras adotadas pela federação em seu Código Esportivo Internacional, todas as regras e alterações em regulamentos devem ser divulgadas 20 dias antes do início das inscrições para o campeonato, e o prazo para sua divulgação nunca pode passar de 30 de novembro do ano anterior.

Ainda de acordo com o próprio código da FIA, caso a entidade pretenda fazer uma mudança depois deste prazo, a proposta deve ser aprovada de forma unânime pelos participantes do campeonato - no caso, as dez equipes da Fórmula 1 teriam de votar a favor das mudanças.

No caso da mudança no critério de definição do título, aprovada na terça, não apenas inexistiu a unanimidade favorável prevista na regra, como também todas as escuderias foram contra. A proposta original da Fota era mudar o sistema de pontuação da atual escala 10-8-6-5-4-3-2-1 para 12-9-7-5-4-3-2-1.

"Já que a mudança acordada por unanimidade pelas equipes e proposta à FIA não foi aprovada pelo Conselho Mundial, não pode haver mudança no sistema de pontuação para 2009. As equipes, contudo, reafirmam seu desejo de colaborar com a FIA para, juntos, definirmos um novo sistema de pontuação para a temporada de 2010", diz a nota.

Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1FotaFIAregulamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.