Arquivo/AE
Arquivo/AE

Equipes da Fota confirmam inscrição para a F-1 em 2010

FIA deve tornar as regras orçamentárias mais flexíveis, o que era o motivo de briga com as escuderias

AE

29 de maio de 2009 | 10h43

Depois de muitas ameaças e intrigas nos bastidores da Fórmula 1, as equipes que disputam a temporada deste ano confirmaram nesta sexta-feira suas inscrições para o Mundial de 2010 da categoria. A Fota, associação das escuderias, chegou a um acordo preliminar com a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), o que permitiu que nove times assinassem a ficha de participação no próximo campeonato.

Veja também:

linkProdrive se inscreve para temporada 2010 da F-1

linkFerrari continuará na Fórmula 1 em 2010, diz Montezemolo

linkWilliams é 1.ª a se inscrever para Mundial de 2010

linkMosley diz estar convencido de que Ferrari fica na F-1

As nove equipes - Ferrari, McLaren, Toyota, Renault, BMW, Brawn GP, Red Bull, Toro Rosso e Force India - firmaram um pacto durante o fim de semana, em Mônaco. O acordo previa que elas só se inscreveriam para a próxima temporada caso a FIA revisasse o regulamento, sobretudo no que diz respeito à imposição de um teto orçamentário no valor de R$ 130 milhões anuais.

A FIA ainda não se pronunciou oficialmente sobre uma possível mudança na proposta. Por isso, a participação das equipes da Fota na temporada de 2010 ainda não está garantida. No dia 12 de junho, as escuderias e a entidade terão um novo encontro, para assinar a renovação do Pacto de Concórdia, documento que rege as relações comerciais e esportivas na Fórmula 1.

A tendência é de que a FIA torne as regras orçamentárias mais flexíveis, o que diminuiria a tensão com as equipes que disputam o Mundial atualmente. Em contrapartida, as escuderias teriam de fornecer auxílio técnico aos times que ingressarem na temporada de 2010.

Além das nove equipes da Fota que se inscreveram nesta sexta-feira, a lista de possíveis participantes da próxima temporada tem a Williams - que quebrou o pacto com as demais e já havia se comprometido a correr -, as novatas Campos, USGP e Prodrive, e o retorno da Lola, perfazendo um total de 14 equipes.

O prazo para inscrições termina nesta sexta-feira, e ainda é possível que novas escuderias confirmem sua intenção de disputar o próximo Mundial. A FIA estabeleceu um limite de 13 equipes, mas pode rever também esta regra - inclusive no novo Pacto de Concórdia - para acomodar todas as organizações que queiram participar da Fórmula 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.