Boris Horvat/AFP
Boris Horvat/AFP

Espanhol é punido e brasileiros sobem no grid do GP de Mônaco

Carlos Sainz, da Toro Rosso, não faz a pesagem obrigatória

Estadão Conteúdo

23 de maio de 2015 | 12h13

Se o tempo na classificação não ajudou os brasileiros em Mônaco, a sorte parece estar com Massa e Nasr no Principado. Felipe Massa e Felipe Nasr melhoraram suas posições no grid para a corrida deste domingo, a partir das 9h, por causa de mais uma punição aplicada pela organização da prova. Depois de Romain Grosjean ser punido e perder cinco posições, ajudando os brasileiros, horas depois do fim dos treinos classificatórios foi a vez de Carlos Sainz ser penalizado e, assim, obrigado a largar do pit lane, provocando nova mudança no posicionamento dos carros.

Sainz, da Toro Rosso, teve um bom treino classificatório neste sábado, avançou até o Q3 e terminou com o oitavo melhor tempo, ao marcar 1min16s931. No entanto, ele acabou punido pelos comissários da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) por não ter parado seu carro para a pesagem obrigatória.

De acordo com os comissários da F-1, Sainz "falhou na tarefa de parar para pesar (o carro) durante o Q1, quando foi sinalizado para fazer isso pelo farol de tráfego vermelho. O carro não voltou para a garagem da FIA e o trabalho não foi feito". Como Sainz não estará no grid, os brasileiros, e todos os outros pilotos que estavam atrás de Sainz, ganharam posições, além da conquistada pela punição de Grosjean, que foi do 11.º para o 16.º lugar. Depois de cravar o 14.º tempo, Felipe Massa largará na 12.ª colocação. Nasr, que foi o 16.º mais veloz do sábado, sairá na 14.ª colocação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.