Divulgação
Divulgação

Espanhola Carmem Jordá é a nova piloto reserva da Lotus

Escuderia anuncia acerto com piloto de 26 anos que estava na GP3 para  a reserva da dupla Pastor Maldonado e Romain Grosjean

Estadão Conteúdo

26 de fevereiro de 2015 | 12h41

A Fórmula 1 terá maior presença feminina na temporada 2015. Nesta quinta-feira, a Lotus anunciou a espanhola Carmem Jordá como piloto reserva do venezuelano Pastor Maldonado e do francês Romain Grosjean. Com 26 anos, ela disputou recentemente a GP3, uma das categorias de acesso à F1.

Na Lotus, Jordá poderá realizar seu sonho de pilotar um carro de F1 e não apenas nos simuladores da equipe. Além do trabalho na fábrica em Enstone, na Inglaterra, a espanhola poderá participar dos testes durante a temporada e, eventualmente, pilotará a Lotus em treinos livres dos GPs do campeonato.

"É como um sonho que se torna realidade. Venho pilotando desde os 10 anos e sempre foi meu sonho guiar um carro de Fórmula 1", comemora Jordá, que também já correu na Fórmula 3 europeia e Indy Lights. "Entrar na Lotus é um grande passo rumo a este objetivo. Vou trabalhar para me desenvolver como piloto e ajudar no aperfeiçoamento do carro."

Para Matthew Carter, principal dirigente da Lotus, a contratação vai trazer uma "nova perspectiva" para a equipe e gerará benefícios para piloto e equipe. "Temos um programa sólido para ela participar dos GPs e dos trabalhos nos simuladores. Vamos tentar ajudá-la em seu progresso e vamos receber suas contribuições para ajudar a desenvolver o modelo E23", declarou.

Antes da chegada de Jordá, a Fórmula 1 contou recentemente com duas mulheres em seus quadros. A britânica Susie Wolff é piloto reserva da Williams e a espanhola María de Villota participou de testes na Marussia em 2012 - no mesmo ano sofreu grave acidente que gerou consequências para sua saúde, culminando na sua morte em outubro de 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.