Estratégia beneficia McLaren na Europa

A McLaren, muito mais veloz que a Williams neste domingo, completou o GP da Europa com Kimi Raikkonen na estratégia de apenas um pit stop. E pneus Michelin também. Ele parou na volta 35. Mais: o jovem finlandês terminou em terceiro. "Definitivamente nossa estratégia foi a melhor. Não éramos mais rápidos que a Ferrari, mas muito superiores à Williams."Foi o segundo pódio de Raikkonen, que já havia sido terceiro na Austrália. Mas o que mais deve estar doendo em Ron Dennis, sócio da McLaren, é a diferença entre Raikkonen e Rubens Barrichello, o vencedor: 46 segundos e 435 milésimos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.