Etapa mexicana da A1GP é cancelada pela gripe suína

'Nossa prioridade é a segurança de todos os membros da comunidade A1GP e das centenas de fãs'

29 de abril de 2009 | 11h50

México estima 159 mortes, mas só confirma seteCIDADE DO MÉXICO - A etapa do México da categoria A1GP de automobilismo, entre os dias 22 e 24 de maio, foi cancelada diante do surto de gripe suína que assola o país.

"Nossa prioridade é a segurança de todos os membros da comunidade A1GP e das centenas de fãs da Cidade do México. A medida se tornou óbvia porque os casos não eram isolados e a Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o alerta pelo risco de pandemia", afirmou o sul-africano Tony Teixeira, presidente da organização da A1GP.

Como a situação relativa à doença segue indefinida, o dirigente preferiu cancelar a prova o mais rápido possível, antes que os equipamentos fossem levados ao México diretamente da Inglaterra, onde há prova este fim de semana.

Há uma semana, surgiu a ameaça de uma pandemia no México, até agora o país que mais registrou casos. Há a suspeita de que 159 mortes tenham sido causadas pela doença em território mexicano.

Até agora casos da gripe suína em humanos foram confirmados em países como México, Espanha, EUA, Canadá, Áustria, Israel, Reino Unido, Alemanha, Costa Rica e Nova Zelândia.

Os afetados pelo vírus da doença apresentam sintomas como aumento repentino da temperatura corporal, tosse, coriza, intensas dores musculares e nas articulações, irritação nos olhos e dor de cabeça.

Tudo o que sabemos sobre:
A1GPgripe suínaOMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.