F-1: Chefe da Minardi propõe boicote

A confusão na F-1 continua. Neste domingo, o chefe da Minardi Paul Stoddart disse que as equipes podem boicotar corridas caso a FIA decida punir com rigor os sete times que se recusaram a correr no GP dos EUA, em Indianápolis, no domingo passado. Stoddart vem sendo o porta-voz das equipes nas últimas semanas. Na quarta-feira, em Paris, a FIA se reúne com as sete equipes para discutir o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.