Kai Pfaffenbach / Reuters
Kai Pfaffenbach / Reuters

F-1 divulga calendário provisório de 2019 com 21 etapas e confirma GP na Alemanha

Milésimo GP da história da categoria será realizado na China, em 14 de abril de 2019

Estadão Conteúdo

31 Agosto 2018 | 13h06

A organização da Fórmula 1 divulgou nesta sexta-feira o calendário provisório da temporada de 2019 da categoria. A programação de corridas, ainda sujeita a ser aprovada pelo Conselho Mundial da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), conta com um total de 21 etapas, mesmo número do campeonato deste ano e o de 2016. E trouxe como novidade importante a confirmação do GP da Alemanha, encerrando uma sequência de provas apenas em anos pares em Hockenheim.

A reunião do Conselho Mundial de Automobilismo da FIA que irá aprovar o calendário definitivo para 2019 está marcada para o dia 12 de outubro. E a ordem de corridas revelada nesta sexta traz o GP da Austrália abrindo o campeonato do próximo ano, no dia 17 de março, e o GP de Abu Dabi fechando a temporada em 1º de dezembro.

Caso seja ratificado em outubro, o calendário da F-1 terá apenas pela terceira vez na história 21 provas. E 11 destas etapas ocorrerão na Europa, outras cinco serão na Ásia, quatro nas Américas e uma na Oceania, em Melbourne, palco do GP da Austrália.

Assim como no calendário deste ano, o GP do Brasil está programado para ser o penúltimo do campeonato. Foi agendado para o dia 17 de novembro de 2019, no circuito de Interlagos, em São Paulo, que nesta temporada de 2018 abrigará a prova da categoria no dia 11 do mesmo mês.

A temporada de 2019, por sua vez, será histórica para a Fórmula 1, pois no próximo ano serão completadas 1000 corridas da categoria após a sua primeira edição ter ocorrido em 1950. A prova na qual esta marca emblemática será alcançada foi marcada para o dia 14 de abril, quando será realizado o GP da China, em Xangai.

Vale ressaltar também o fato de que a organização da Fórmula 1 confirmou que o GP do Japão teve o seu contrato renovado por mais três anos e garantiu a sua presença no calendário da categoria pelo menos até 2021. O compromisso anterior firmado pelos organizadores da prova japonesa expiraria justamente agora, em 2018.

"É com grande satisfação que anuncio que o calendário de 2019 do Mundial de Fórmula 1 é composto por 21 corridas, como acontece este ano. Além disso, estamos honrados com o fato de que os promotores do tradicional GP do Japão tenham acertado um novo acordo de longo prazo, que garantirá que nossos leais e experts fãs japoneses possam desfrutar da Fórmula 1 por mais anos", afirmou Chase Carey, presidente e CEO da F-1, por meio de nota oficial publicada no site da categoria.

"Também estou feliz de poder confirmar que chegamos a um acordo com o município de Hockenheim e com o promotor de Hockenheim para ter outra prova neste icônico circuito em 2019", completou o dirigente máximo da Fórmula 1, que contou nesta sexta-feira com a disputa dos primeiros treinos livres do GP da Itália, marcado para ocorrer neste domingo, em Monza.


Confira o calendário provisório da temporada de 2019 da Fórmula 1:

17/3 - GP da Austrália, em Melbourne

31/3 - GP da Bahrein, em Sakhir

14/4 - GP da China, em Xangai

28/4 - GP do Azerbaijão, em Baku

12/5 - GP da Espanha, em Barcelona

26/5 - GP de Mônaco, em Montecarlo

9/6 - GP do Canadá, em Montreal

23/6 - GP da França, em Le Castellet

30/6 - GP da Áustria, em Spielberg

14/7 - GP da Inglaterra, em Silverstone

28/7 - GP da Alemanha, em Hockenheim

4/8 - GP da Hungria, em Budapeste

1/9 - GP da Bélgica, em Spa

8/9 - GP da Itália, em Monza

22/9 - GP de Cingapura, em Marina Bay

29/9 - GP da Rússia, em Sochi

13/10 - GP do Japão, em Suzuka

27/10 - GP do México, na Cidade do México

3/11 - GP dos Estados Unidos, em Austin

17/11 - GP do Brasil, em São Paulo

1/12 - GP de Abu Dabi, em Yas Marina

 
Mais conteúdo sobre:
Fórmula 1automobilismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.