F-1 perde o último piloto que disputou o primeiro GP

Morreu nesta terça-feira o ex-piloto suíço Emmanuel "Toulo" de Graffenried, um dos 21 pioneiros da história da Fórmula 1. Aos 92 anos, ele era o único vivo dos que participaram do primeiro Grande Prêmio da história, na Inglaterra, no lendário Circuito de Silverstone, em 13 de maio de 1950. Com o título de barão, Graffenried fez parte da turma dos "gentleman drivers", ou seja, jovens milionários que dedicavam boa parte do seu tempo e dinheiro com as corridas. Ele iniciou sua carreira nos anos trinta e naturalmente participou da criação da Fórmula 1. No primeiro GP, Graffenried abandonou na 36.ª volta (das 70 disputadas) por problemas no motor de seu Maserati, sendo que havia largado em oitavo lugar. Nino Farina foi o vencedor. Sua melhor posição no na categoria foi um quarto lugar no GP da Bélgica de 1953, quando foi oitavo colocado no Mundial de Pilotos. Toulo encerrou a carreira em 1956 e se dedicou a distribuição de carros em Lausanne e continuou participando da Fórmula 1 como embaixador de empresas de tabaco.

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2007 | 15h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.