Evaristo SA/ AFP
Evaristo SA/ AFP

F-1 registra aumento na audiência pelo 2º ano seguido e Brasil é o maior mercado

Crescimento foi de 10% de uma temporada para outra; País registrou 115,2 milhões de pessoas

Redação, Estadão Conteúdo

18 de janeiro de 2019 | 19h13

A Fórmula 1 divulgou nesta sexta-feira que registrou aumento da audiência pelo segundo ano consecutivo. Como já havia acontecido em 2017, em 2018 a temporada da categoria teve aumento significativo no número de espectadores tanto pela televisão quanto pelas plataformas digitais.

De acordo com os números revelados pela categoria, a audiência cresceu 10% em 2018, chegando a 490,2 milhões de espectadores. Se considerados apenas os 20 países que formam os principais mercados da Fórmula 1, o crescimento foi ainda maior, de 14%.

Mais uma vez, o Brasil foi o principal mercado da categoria e registrou a audiência de 115,2 milhões de pessoas. Para se ter uma ideia da hegemonia do País neste posto, o segundo colocado foi a China, com 68 milhões. Em terceiro, apareceram os Estados Unidos, com 34,2 milhões.

O Brasil também lidera na audiência cumulativa, que conta todas as vezes que um mesmo espectador sintonizou a categoria. E neste quesito, o GP de Monaco foi o mais acompanhado, com 110 milhões de visualizações. Seis outras etapas tiveram mais de 90 milhões: Bahrein, França, Áustria, Silverstone, Itália e México.

Na pista, Lewis Hamilton novamente levou a melhor e faturou o título do Mundial de Pilotos, seu quinto na Fórmula 1. A nova temporada da categoria começa no dia 17 de março com a disputa do GP da Austrália.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.