F-300: inglês ?herda? vitória em SP

O inglês Justin Wilson herdou a vitória na prova de abertura da F-3000, neste sábado à tarde, em Interlagos. Depois de ter largado em sétimo, ele se beneficiou de acidentes e penalizações para vencer a prova. O australiano Mark Webber ficou em segundo e o brasileiro Jaime Melo foi o terceiro, salvando o país de uma completa decepção, depois que quatro brasileiros ficaram na primeira posição no grid de largada.O grid tinha Jaime Melo, Ricardo Sperafico e seu irmão Rodrigo, seguido de Antonio Pizzonia nas quatro primeiras posições. Jaime largou bem, mas Ricardo demorou para sair do lugar e quase bateu no irmão.Pizzonia se aproveitou e chegou ao segundo lugar. Ricardo caiu para quarto e ainda na primeira volta rodou e saiu da prova.O acidente fez o safety car entrar na pista, com Rodrigo em primeiro, seguido de Pizzonia, do checo Tomas Enge e de Jaime Melo. Mas os três primeiros cometeram irregularidades. Pizzonia passou Rodrigo durante o tempo em que o safety car estava na pista. Os outros dois...Na relargada, Pizzonia saiu na frente com Enge, Sperafico e Justin Wilson atrás. Seguiram nessa ordem até a 18ª volta, quando foi oficializada a punição aos três primeiros. Enge foi o primeiro a parar e voltou em 15º. Para os três, a chance de vencer já não existia mais.Na vigésima volta, Justin Wilson já estava em primeiro, seguido de Jaime Melo, oito décimos atrás, e Mark Webber, colado no brasileiro.Pizzonia caiu para 12º e só conseguiu melhorar três posições até o final da prova. Na frente, o ausraliano Wilson, da equipe Nordic Racing, fazia volta mais rápida da prova o tempo inteiro e abria vantagem. Webber foi encostando em Jaime e tentou a ultrapassagem no S do Senna na volta 23.O brasileiro fechou a porta, mas errou no mergulho, perdeu o traçado e a segunda posição logo na volta seguinte. "Estava fazendo tudo certo, mas a curva é difícil e acabei passando reto" A prova praticamente acabou aí. Darren Manning, que estava em quarto, caiu para a oitava posição após uma rodada. Wilson chegou em primeiro após as 35 voltas. Na hora de comemorar, quase causa um acidente ainda na reta. Levantou o braço e perdeu o controle do carro, que rodou e quase bateu no muro.Jaime Melo ficou chateado. "O carro estava muito ruim. Na parte rápida, a quinta marcha estava muito curta. Nas curvas, também não estava bom. Estava saindo muito de traseira. A expectativa aqui era ganhar, mas tudo bem. É só o início. Dá para brigar e ficar entre os três ou cinco primeiros em todas as corridas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.