F-Renault brasileira promete equilíbrio

Com a possibilidade de "ganhar?? uma temporada na Europa como principal estímulo para os pilotos, começa neste domingo, no autódromo internacional de Curitiba, o campeonato da F-Renault brasileira, que em 2004 chega à sua terceira edição. Desta vez, o grid está menor do que nos anos anteriores - 19 carros estão inscritos para a primeira etapa, contra até 31 no passado -, mas a briga pelo título promete ser novamente bastante equilibrada, até porque permanecem na categoria pilotos que adquiriram bastante experiência em 2002 e 2003."Vai ser uma temporada bem equilibrada, com até 10 pilotos em condições de ser campeão??, prevê o brasiliense Alexandre Foizer (Cesário-S Racing), que acaba de completar 18 anos, mas, em sua terceira temporada na categoria, já é um "veterano??.Entre os candidatos aos título, estão o irmão de Alexandre, Gustavo, também da Cesário-S; o paulista Daniel Serra (filho de Chico Serra, piloto da Stock Car), da Bassani; o paulista Allan Hellmeister, da Vogel; e Bia Figueiredo, da Cesário Fórmula e única mulher na categoria. Apesar disso, alguns destes pilotos corram o risco de não chegar ao final do campeonato por falta de dinheiro, a exemplo de vários outros.Este ano, na temporada que termina em 12 de dezembro, em Interlagos, novamente a organização vai premiar o campeão com R$ 500 mil - o que equivale a uma temporada em um campeonato da F-Renault na Europa. Mas só pilotos que tenham no máximo 21 anos, completados antes do início da temporada, estão concorrendo.O campeão de 2003, Allam Khodair, por exemplo, não teve direito à temporada paga porque já tinha 22 anos. O valor que lhe seria destinado foi incluído no pacote de premiação deste ano, que atinge o total de R$ 1,2 milhão, distribuídos em vários itens que beneficiam os melhores pilotos e equipes.Uma das novidades deste ano é a criação do campeonato de Novatos, para estreantes e pilotos com no máximo 5 corridas disputadas até hoje. O vencedor vai ganhar, entre outros prêmios, a inscrição e os pneus para todas as corridas em 2005.Tecnicamente, a F-Renault brasileira também vai mudar este ano, a partir da terceira etapa, dia 30 de maio, em Brasília. Será adotado um novo pacote aerodinâmico, ao custo de 9.500 euros cada - a serem pagos pelas equipes. Também será melhorado o fluxo de ar para o motor (a tomada do ar ficará acima da cabeça do piloto) o que vai auxiliar no aumento de potência em cerca de 15 cavalos.A corrida da F-Renault, neste domingo, tem largada prevista para as 13h20, com transmissão ao vivo pelo SporTV 2. Serão 26 voltas ou 40 minutos de prova.Também neste domingo vai ser disputada a primeira etapa da Copa Clio. A corrida começa às 11h45 e a TV Record anuncia transmissão.

Agencia Estado,

13 de março de 2004 | 11h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.