F-Truck: Caminhões na pista em Caruaru

Categoria que, na média, mais atrai público aos autódromos brasileiros, a Fórmula Truck da início neste domingo, em Caruaru, à sua 10.ª temporada nacional com perspectiva de um aumento sensível do interesse pela categoria. Não só pela expectativa de bons pegas dentro da pista já nesta etapa inicial, mas pela agitação dos bastidores, liderada por ninguém menos do que o tricampeão de Fórmula 1, Nelson Piquet, que estuda seu ingresso na categoria. E outro piloto que fez a carreira nas competições de monopostos pode trocar os carros pelos caminhões. É Felipe Giaffone, que até o ano passado competia na Indy Racing League.As participações de Piquet e Giaffone ainda são uma incógnita - o tricampeão só não irá competir se acontecer uma radical mudança de planos. O certo é que a briga pelo título, pode-se garantir já antes do início do campeonato, será acirrada. O atual campeão, o pernambucano Beto Monteiro, mesmo competindo por uma das equipes mais bem estruturadas da categoria, a Fogaça Motorsports, terá muita dificuldade para manter a hegemonia. Entre os seus principais adversários estão seu companheiro de time, o paulista Djalma Fogaça, e os também paulistas Beto Napolitano, Renato Martins e Roberval Andrade, além do paranaense Wellington Cirino.Uma briga paralela acontecerá entre os seis fabricantes de caminhões que participam da categoria. As chances maiores estão com a Ford (de Monteiro e Fogaça, entre outros). Mercedes-Benz (de Cirino), Scania (de Roberval) e Volkswagen (de Martins).Beto Monteiro surge como o principal favorito em Caruaru, com base nos primeiros treinos. Além disso, tem, correndo em Pernambuco, o apoio da torcida. "O Beto, além do grande piloto que é e da boa fase de sua equipe, vai ter a maior parte da torcida ao lado dele. Não deixa de ser uma complicação a mais", considera Andrade, da Scania, campeão da categoria em 2002 e vencedor de duas das últimas três provas da Truck em Caruaru. "A emoção do início de uma temporada é sempre grande e essa parece estar sendo ainda mais esperada", acrescenta Wellington Cirino.A prova, neste domingo, será realizada em uma pista de 3.180 metros. Serão 35 voltas ou 1h15 de corrida. A largada está programada para as 14h15 e a Rede TV! anuncia transmissão ao vivo. A temporada terá 9 etapas, a última em 11 de dezembro, em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.