F-Truck: Fogaça é o pole em Guaporé

O paulista Djalma Fogaça (Ford) larga neste domingo, às 14 horas, na pole position da quarta etapa (são nove no total) da Formula Truck, no Autódromo Internacional de Guaporé - cidade a 210 quilômetros de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A corrida irá ao vivo pela RedeTV!. Fogaça marcou 1min29s679, seguido do Wellington Cirino (Mercedez Benz), com 1min29s913 e de Leandro Totti (Ford), com 1min30s082.A primeira colocação no grid foi uma surpresa para Fogaça. Isso porque neste sábado pela manhã nos treinos livres seu caminhão sofreu uma pane na bomba injetora, que foi trocada. Se não bastasse, à tarde, no treino classificatório, ele teve outro contratempo antes de sair do box: a válvula do freio quebrou e a equipe teve de trocá-la ?correndo?.Com tantos incidentes, Fogaça não desanimou. "Acelerei na hora que tinha de acelerar. Essa volta rápida estava guardada na manga. Mesmo com os probleminhas no caminhão, confiei no trabalho fantástico da equipe e entrei na pista confiante", disse o experiente piloto de 42 anos.É a terceira pole de Fogaça no traçado de Guaporé - as outras duas foram em 2001 e 2003. Foi também em Guaporé que ele estreou na categoria, em 1997, depois de ter passado pela Stock Car. "Essa é a minha pista predileta, ela tem uma energia boa, me sinto em casa aqui", afirma. Na primeira corrida da categoria ele foi o terceiro colocado. A primeira vitória? "Também foi aqui em Guaporé." Ele tem outra marca importante em Guaporé: o melhor volta em Guaporé pertence a ele: em 2003 ele marcou 1min29s610.Na oitava colocação na tabela de classificação, com 15 pontos, o piloto já sonha com a liderança. "Largo para encostar no líder.O campeonato está apenas começando", avisa. O líder é Leandro Totti (Ford), com 43 pontos, seguido de Wellington Cirino (Mercedez Benz), com 42 pontos.Totti largará na segunda posição atrás de Cirino (que foi campeão no ano passado depois de largar na pole.) Cirino tem a vantagem de ter treinado por dois anos no traçado de Guaporé e "conhecer a pista como ninguém." Já Totti, competirá pela segunda vez na pista gaúcha e nunca treinou na pista. "O Cirino tem mais macete que eu...", afirmou Totti que gostou muito do tempo obtido. "O objetivo da equipe era ficar entre os cinco primeiros no grid. Já estou no lucro. A minha preocupação é só com o Cirino, tenho de vencê-lo. Neste sábado foi só um treino, quero ver na corrida, a expectativa é grande, vamos esperar." Festa mesmo Totti fez para o companheiro de equipe Djalma Fogaça. "O caminhão do Fogaça está excelente, não foi nenhuma surpresa o bom resultado dele. A equipe veio bem para esta etapa." Quem não foi bem foi Roberval Andrade (Scania) que havia batido na sexta-feira, no primeiro treino livre, na Curva do Radiador. "A equipe passou a noite toda consertando o caminhão. Ele ainda precisa de um pente fino. Vamos tentar acertá-lo", explicou Pedro Pimenta, assessor técnico de Roberval. O piloto foi campeão do circuito em 2002. Na última etapa, em Interlagos, Roberval também teve problemas com seu caminhão. Largou na pole, liderou a prova por 12 voltas e teve de abandoná-la.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.