F-Truck: Leandro Totti ganha em SP

A terceira etapa da Fórmula Truck, realizada neste domingo no autódromo de Interlagos, foi perfeita para as mais de 50 mil pessoas que lotaram as arquibancadas: cheia de quebras, ultrapassagens e com o campeão definido nas últimas voltas. Leandro Totti (Ford), foi o primeiro dos oito pilotos que completaram as 27 voltas da prova, que inicialmente contava com 24 caminhões - 11 quebraram durante a corrida.Atrás de Totti (1h17min02s), vieram Djalma Fogaça (Ford), com 1h17min22s, e Fabiano Brito (Volvo), que terminou a prova em 1h30min856. Todos consideraram a corrida paulista bastante desgastante. "Logo na terceira volta reparei que meu carro estava com problemas que não cessaram até o fim da corrida", admitiu Leandro, que largou na segunda posição, atrás de Roberval Andrade. "Percebi que não tinha motor na reta, então tive de arriscar nas curvas. Como eu estava forçando demais, acabei ficando sem freios. Teve uma hora em que pensei em desistir da corrida. Mas o pessoal da equipe mandou eu continuar", ressaltou o campeão.Outro que ficou sem freios foi o terceiro colocado. "Estávamos com problemas no caminhão até sexta-feira, que foram resolvidos. Mas logo na primeira volta percebi um problema de câmbio. Forcei e no final da corrida estava sem freio", analisou Fabiano.Na segunda colocação, Djalma Fogaça era o mais empolgado com o resultado. "Tem alguns caras como Pelé, Maradona, Frank Sinatra e Djalma que não deveriam morrer. Eu sou o cara!", brincou. "Mas falando sério, foi uma corrida bastante difícil." O piloto largou da quarta colocação e garantiu: "Depois desse resultado posso dizer que entrei na briga pelo título." Djalma está em oitavo no campeonato, com 15 pontos.Totti agradeceu: "Foi muito bem vencer em São Paulo, mas claro que espero vencer nas outras etapas. Vencer em Interlagos foi bom para mim e ótimo para a equipe e os patrocinadores. Apesar de a equipe ser de Londrina, a maioria dos patrocinadores é daqui." Com o resultado, o piloto assumiu a liderança da Truck, com 43 pontos, apenas um à frente do paranaense Wellington Cirino (Mercedes-Benz), que parou na 14ª volta com problemas em seu caminhão. O terceiro colocado é Vignaldo Fizio (Mercedes-Benz), com 34 pontos.A próxima etapa da categoria será dia 5 de junho, em Guaporé (RS), na Serra Gaúcha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.