F-Truck prevê 70 mil pessoas em Interlagos

Considerada uma das categorias mais populares da América Latina, a Fórmula Truck brasileira chega com força total para a terceira etapa da competição, que será realizada em São Paulo no dia 16. A expectativa dos organizadores é por 70 mil pessoas no Autódromo de Interlagos. Durante as nove provas da temporada, a média de público tem sido de 45 mil pessoas. Nesta terça-feira, em São Paulo, a Bridgestone prolongou o patrocínio com a Fórmula Truck até 2006. A empresa fornece pneus à categoria há dez anos e Eugenio Deliberato, seu presidente no Brasil, faz questão de acompanhar as corridas de perto. Antes da primeira etapa da temporada passada, em Goiânia, Eugenio dirigiu o caminhão da Bridgestone por 1.100 quilômetros entre São Paulo e Goiânia, onde seria a primeira corrida. ?Estávamos lançando a carreta da Bridgestone e fiz questão de levá-la até Goiânia, em dois dias?, conta, orgulhoso. E não foi cansativo? ?Para quem é fominha por volante como eu, não. Já dirigi por distâncias maiores, mas naquele dia foi corrido porque eu tinha de chegar ao destino em um horário determinado para poder entrar ao vivo na tevê. O pessoal até reclamou um pouco porque não paramos para almoçar nem para ir ao banheiro...?, lembra. A paixão por caminhões de Eugenio foi herdada. ?Aprendi a dirigir caminhões aos 12 anos porque meu pai tinha uma empresa de transportes ? fui até preso algumas vezes. Quem não gostava da idéia era minha mãe. Ela achava que eu não ia estudar se ficasse nessa vida de caminhoneiro. Com o tempo, as coisas foram mudando, eu estudei e tive a oportunidade de me aproximar dos caminhões na Bridgestone.? Aos 54 anos, ele garante que pegar no volante é essencial para o desenvolvimento dos pneus para a Fórmula Truck e caminhoneiros comuns, que levam a vida nas estradas. ?A sensação de dirigir é muito boa. Queria sentir o que os outros caminhoneiros sentem usando nossos pneus. Foi muito importante avaliar até onde vai a capacidade do nosso produto.? Ele compara. ?Na Fórmula 1, em que também fornecemos pneus para algumas equipes, o desafio é tentar ajudar as equipes ? por exemplo, deixando o carro um segundo mais rápido nas pistas. Na Fórmula Truck é a mesma coisa: estamos sempre tentando melhorar nosso desempenho.? Após duas etapas da competição, em Caruaru e Guaporé, a liderança é de Beto Monteiro, que soma 48 pontos, seguido de Wellington Cirino, com 42, e Renato Martins, com 22.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.