F-Truck: Roberval vence e homenageia Senna

Homenageando Ayrton Senna, o paulista Roberval Andrade venceu neste domingo a terceira etapa da Fórmula Truck, no Autódromo de Interlagos, considerada a principal corrida da categoria. Com o tempo de 1h28min23, o piloto da Scania chegou à frente de Jonatas Borlenghi, da Volks (a 1s991), e Vignaldo Fizio, da Mercedes (a 7s012). Há cinco anos, Roberval assistiu à sua primeira corrida de F-Truck. "Foi do lado de fora do alambrado, junto com alguns amigos. Eu disse a eles que um dia ainda ia correr de Truck e eles até riram de mim. Vencer em Interlagos é um sonho. Saio daqui mais maduro", disse o piloto de 32 anos, que abriu mão de vários bens para começar a correr de caminhão. "Vendi carro, moto, caminhão da minha transportadora para poder começar em uma equipe de Truck no fim da temporada 2000 e conquistar o título em 2002." Até então, Roberval só havia corrido de kart. "Foi nos anos de 1996 e 97. Mas nunca como profissional." Desde os treinos de sexta-feira, o piloto exibia o logotipo do Instituto Ayrton Senna no capô de seu caminhão laranja. Depois, explicou. "Sempre admirei muito o Ayrton, mas não tinha idéia do bem que fazia pelo mundo inteiro. Pedi para entrarem em contato com o instituto (que cuida de crianças em todo o Brasil) para que me autorizassem a correr com o logo deles. Tudo foi ajeitado em dez dias." Emocionado, Roberval comparou. "Conseguir a pole na chuva e vencer uma prova na pista seca, com um equipamento inferior ao dos adversários, eram características dele. Também passei por isso neste fim de semana. Acho que ele estava ali olhando. E como era uma homenagem ao Senna, não poderia ser com um segundo ou terceiro lugar." Para a próxima corrida, em Goiânia, em 6 de junho, Roberval chegará confiante. "É uma pista com a qual me identifico muito, por ser técnica. Venci em 2001 e 2002. No ano passado, além de estar com uma virose, tive problemas. Não serei favorito, mas vou para brigar pela pole e também pela corrida." Na classificação geral, o piloto da Scania ocupa a terceira posição, com 48 pontos, atrás do líder Beto Monteiro (Ford) com 62, e Wellington Cirino (Mercedes), com 52.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.