Claude Paris/AP
Claude Paris/AP

Família de Michael Schumacher se diz 'tocada' com apoio dos fãs

Condição do alemão se estabilizou depois de inicialmente ser descrita como crítica

Agência Estado

21 de fevereiro de 2014 | 11h01

GRENOBLE - Quase dois meses após sofrer um grave acidente quando esquiava nos Alpes franceses, Michael Schumacher continua recebendo mensagens de apoio de fãs de todo o mundo. Por isso, a família do ex-piloto alemão divulgou nesta sexta-feira uma nota no site do sete vezes campeão na Fórmula 1 agradecendo o carinho e destacando que Schumacher não vai parar de lutar até estar recuperado.

"Estamos profundamente tocados por todas as mensagens de melhoras para Michael que ainda estão sendo enviadas de todo o mundo. Este apoio incrível dá força a nós e a ele. Obrigado a todos vocês! Todos nós sabemos que Michael é um lutador e não vai desistir!", afirma a família do alemão.

No dia 29 de dezembro, Schumacher sofreu uma queda quando esquiava na estação de Meribel, nos Alpes franceses, e bateu a cabeça em uma pedra. Desde então, ele passou por cirurgias na cabeça e está internado em estado de coma induzido no Hospital Universitário de Grenoble, na França.

A condição de Schumacher se estabilizou depois de inicialmente ser descrita como crítica. Assim, os médicos que cuidam de Schumacher já iniciaram o lento processo que visa despertá-lo do estado de coma. Porém, a divulgação de informações sobre as condições do ex-piloto têm sido muito raras desde a sua internação. A família do alemão tem pedido privacidade e evitado repassar informações que sobre o tratamento.

Maior campeão da história da Fórmula 1, com sete títulos, Schumacher também é o recordista de vitórias, com 91. O alemão se aposentou em definitivo após o encerramento da temporada de 2012 da maior categoria do automobilismo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.