Divulgação
Divulgação

Felipe Fraga supera Barrichelo e faz a pole da etapa de Londrina da Stock Car

Piloto garantiu a segunda pole position dele no ano logo em um momento decisivo da temporada

Estadão Conteúdo

20 Outubro 2018 | 17h54

Felipe Fraga superou Rubens Barrichello e largará em primeiro na etapa de Londrina da Stock Car. O piloto tocantinense da Cimed Chevrolet confirmou o bom desempenho nos treinos livres e garantiu a segunda pole position dele no ano logo em um momento decisivo da temporada.

Fraga marcou o tempo de 1min10s487, 133 milésimos mais rápido que Barrichello. A pole vem em ótima hora, já que ele é o atual vice-líder da classificação geral, atrás apenas de Daniel Serra, e está forte na luta pelo título.

"Na maioria das vezes a pole é muito mais complicada que a corrida. Foi muito difícil, mesmo tendo um carro incrível. A equipe e eu estamos trabalhando muito em prol dessa briga e queria dedicar essa pole aos meus companheiros de equipe e aos mecânicos", comemorou o piloto.

Para conquistar um espaço na primeira fila com Fraga, Barrichello, que não tinha se destacado nos treinos livres, fez uma volta espetacular no Q3 que poderia lhe render a pole não fosse a ótima performance do rival.

Companheiro de Fraga, Marcos Gomes largará em terceiro e Serra, dono do melhor tempo nos treinos livres, em quarto. Segundo Serra, o mau resultado não o pressiona. "Não me sinto pressionado e entendemos que isso faz parte da corrida. O pódio é interessante, mas já não é o mais importante agora. Nossa estratégia é fazer o maior número de pontos no fim de semana para mantermos a vantagem", disse o líder do campeonato.

A terceira fila será formada por Julio Campos e Ricardo Zonta, respectivamente. Fora do Q3, Átila Abreu marcou o sétimo melhor tempo e divide a oitava fila com Thiago Camilo, que conseguiu ficar à frente de Cacá Bueno e Max Wilson, dupla que completou a lista dos 10 primeiros colocados.

A antepenúltima etapa da temporada da Stock Car tem as largadas das duas provas previstas para o meio-dia e 13h05 (de Brasília).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.