Felipe Giaffone é operado e passa bem

O brasileiro Felipe Giaffone foi operado nesta segunda-feira no Hospital Metodista de Indianápolis, nos Estados Unidos. Ele teve implantada uma placa na cabeça do fêmur direito, fraturado no acidente que sofreu domingo durante o GP do Kansas da IRL ? bateu no muro da curva 2 a cerca de 320 km/h ?, e recebeu também 7 parafusos e 1 pino no osso. A cirurgia durou 2h30 e foi comandada pelo ortopedista Terry Trammell, que já operou outros pilotos do Brasil, como Nelson Piquet, Emerson Fittipaldi e Tony Kanaan. A equipe médica não considerou necessário fazer correções nas fraturas na bacia e na vértebra. Na quinta-feira, Giaffone começa o trabalho de fisioterapia. Os médicos estabeleceram em quatro meses o prazo máximo para a recuperação do piloto. Nesse caso, ele estará fora da temporada. Mas o prazo pode ser menor, dependendo da reação do seu organismo.Giaffone deve ficar todo o tempo de recuperação em Indianápolis. Ele foi transferido na manhã desta segunda-feira do hospital que estava em Kansas City. Ainda em Kansas, no domingo à noite, recebeu as visitas dos pilotos brasileiros Hélio Castro Neves e Tony Kanaan.Nesta terça, pouco antes do início da cirurgia, conversou por telefone com Airton Daré, que há pouco mais de um mês sofreu acidente nos treinos do GP do Texas e teve como conseqüências fraturas no fêmur, mão e braço direitos.Daré já se locomove sem ajuda se muletas e consegue dirigir carros de passeio, com câmbio automático. "Estou fazendo duas horas diárias de fisioterapia??, contou o piloto, que está em Bauru. Ele não quis falar sobre a possibilidade de voltar a correr ainda este ano. "Não estou pensando na volta. No momento, quero apenas me concentrar na recuperação.?

Agencia Estado,

07 de julho de 2003 | 19h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.