Felipe Massa aprova a nova Sauber

A exemplo do companheiro de equipe, Felipe Massa elogiou hoje o novo modelo C21 da Sauber, testado por ele, pela primeira vez, no Circuito da Catalunha, em Barcelona. No total, Massa completou 51 voltas no traçado de 4.730 metros, sendo a melhor em 1min20s376. Os dois pilotos da McLaren também treinaram. David Coulthard, com o carro de 2001, fez 1min18s236 (86), enquanto Kimi Raikkonen, com a nova McLaren MP4/17, estabeleceu 1min20s215 (58). Para Massa, o C21 tem ?mais aderência e estabilidade que o C20 (modelo de 2001).? Essas características aumentam a sua confiança na curvas, segundo comentou. Além do chassi mais equilibrado, a nova Sauber dispõe agora da versão do motor Ferrari usada no fim do ano passado, mais avançada que a utilizada pelo time suíço em 2001. ?Ela é mais potente e se integra melhor ao conjunto?, disse Massa. Um problema no sistema de transmissão fez com que o piloto brasileiro, de 20 anos, perdesse tempo considerável nos boxes. Entre segunda e terça-feira, Nick Heidfeld, o outro piloto da Sauber, completou 106 voltas na pista catalã, sendo a mais veloz em 1min19s290. Massa e Heidfeld participam sexta-feira do lançamento oficial do modelo C21, em Hinwil, sede da equipe, próxima a Zurique, na Suíça. Na sexta também a Williams apresenta à imprensa o esperado modelo FW24, equipado com motor BMW, em Silverstone, Inglaterra. Domingo será a vez da Renault expor seu novo carro.David Coulthard testou hoje, em Barcelona, pneus para a Michelin, nova fornecedora da McLaren. A diferença de tempo estabelecida para Raikkonen, com a MP4/17, cerca de dois segundos, deve-se em parte a essa variável. De qualquer forma, o escocês não conseguiu repetir a marca de Alexander Wurz, piloto de testes da McLaren, terça-feira, com o mesmo carro,1min18s194. A pole position do GP da Espanha, disputado no mesmo circuito dia 29 de abril, foi de 1min18s201, obtida por Michael Schumacher, com Ferrari.Felipe Massa aprova a nova Sauber

Agencia Estado,

23 de janeiro de 2002 | 18h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.