Felipe Massa avisa que não continuará na Ferrari em 2014

Seu substituto na escuderia italiana deve ser o finlandês Kimi Raikkonen

AE, Agência Estado

10 de setembro de 2013 | 16h13

SÃO PAULO - Único piloto brasileiro na atual temporada da Fórmula 1, Felipe Massa anunciou nesta terça-feira que não irá continuar na Ferrari em 2014. Em comunicado divulgado nas redes sociais, ele revelou que deixará a equipe italiana ao final do seu contrato em dezembro - seu substituto deve ser o finlandês Kimi Raikkonen, atualmente na Lotus.

Massa está em sua oitava temporada na Ferrari. A melhor delas foi em 2008, quando conquistou o vice-campeonato da Fórmula 1 - ficou atrás apenas do inglês Lewis Hamilton, da McLaren. Nos últimos tempos, porém, vem caindo de rendimento. Neste ano, é apenas o sétimo colocado do campeonato, com 79 pontos somados em 12 das 19 etapas disputadas.

Na última temporada, Massa sofreu para renovar seu contrato com a Ferrari. Mas ganhou um voto de confiança da equipe e prorrogou o vínculo por mais um ano. Agora, ele lutava novamente pela permanência, mas será trocado. "Não vou mais correr pela Ferrari a partir de 2014", escreveu o piloto brasileiro de 32 anos, no Instagram.

Como Massa ocupou o lugar que era de Rubinho, a Ferrari deixará de ter um piloto brasileiro pela primeira vez desde a temporada de 1999. O favorito para ficar com a vaga de companheiro do espanhol Fernando Alonso na temporada de 2014 da Fórmula 1 é Raikkonen, que já esteve na equipe entre 2007 e 2009, tendo sido campeão no primeiro ano.

"Gostaria de agradecer pela amizade, vitórias e um lindo momento com a Ferrari. A ajuda da minha esposa, da minha família e de todos os meus fãs. Toda a ajuda dos meus patrocinadores", escreveu Massa na mesma mensagem publicada nesta terça-feira, quando ainda prometeu que vai "com tudo para as últimas sete corridas como piloto da Ferrari".

Agora, o brasileiro está com futuro incerto na Fórmula 1. Um destino provável para Massa seria ficar com o lugar de Raikkonen na Lotus, caso ele seja mesmo confirmado na Ferrari. "A partir de agora quero achar uma equipe que me dê um carro competitivo para conseguir mais vitórias e vencer um campeonato que é o meu sonho", afirmou o piloto.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Felipe MassaFerrari

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.