Andrej Isakovic/AFP
Andrej Isakovic/AFP

Felipe Massa busca equilíbrio da Williams e espera melhora no sábado

Brasileiro é apenas 14.º colocado nos primeiros treinos livres para o GP da Áustria de Fórmula 1

Estadao Conteudo

07 de julho de 2017 | 22h06

O fraco desempenho nos treinos livres desta sexta-feira para o GP da Áustria de Fórmula 1 frustrou Felipe Massa. Apenas o 14.º colocado com o tempo de 1min07s065, duas posições à frente do canadense Lance Stroll, o seu companheiro de equipe na Williams, o brasileiro reclamou da falta de equilíbrio do carro no circuito de Spielberg.

"Definitivamente não foi uma sexta-feira fácil para nós. Estamos lutando para encontrar o equilíbrio do carro, com algumas diferenças entre a alta e a baixa velocidade", descreveu o piloto brasileiro.

Resta agora apenas, segundo acrescentou Felipe Massa, trabalhar muito para minimizar o problema para o treino de classificação. "Eu simplesmente não estava feliz com o equilíbrio e há muito trabalho para melhorá-lo para amanhã (sábado). Espero que nossa volta seja melhor e possamos ser mais competitivos na classificação".

Segundo colocado no treino livre, por sua vez, o alemão Sebastian Vettel comemorou ter entendido melhor o funcionamento de sua Ferrari no circuito de Spielberg. "Hoje (sexta-feira) demos muitas voltas e aprendemos muito sobre o carro. Tivemos uma boa sensação, era o que precisávamos", avaliou o líder da temporada, que terminou atrás apenas de seu principal oponente pelo título, o britânico Lewis Hamilton, da Mercedes.

Sebastian Vettel afirmou ainda que a Ferrari está progredindo adequadamente. "Entendemos os problemas que tivemos em Baku (na última etapa, no Azerbaijão), mas aqui é diferente", garantiu. "Ainda é cedo para julgar, mas o carro está muito bom e tivemos algumas melhoras. Estamos caminhando passo-a-passo", finalizou.

Tudo o que sabemos sobre:
VelocidadeFórmula 1Felipe Massa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.